Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Preço do café será tema de audiência na Comissão de Agricultura na terça

Agência Câmara - 10/05/2019 - 9:28
Ministério da Agricultura reajustou os preços mínimos do café: R$ 341,21 para a saca de 60 quilos do café arábica e R$ 202,19 para a do conilon (Pixabay)

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados discute a política de preços mínimos para o café na próxima terça-feira (14).

Exclusivo: O segredo para ganhar com Petrobras em qualquer cenário

O preço mínimo é utilizado como base para a realização de políticas públicas, como eventuais compras do governo federal.

Continua depois da publicidade

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

Em março, o Ministério da Agricultura reajustou os preços mínimos do café: R$ 341,21 para a saca de 60 quilos do café arábica e R$ 202,19 para a do conilon. A Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), no entanto, reclama que o preço mínimo fica abaixo dos custos operacionais de produção.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

Em nota publicada no último dia 2, o Ministério da Agricultura avisou que a Conab vai rever a metodologia dos custos de produção do café, em conjunto com entidades do setor.

Na última terça-feira (7), a Frente Parlamentar do Café ouviu cafeicultores de diversas regiões, em busca de sugestões do que pode ser feito a curto, médio e longo prazo para melhorar a renda de produção no Brasil. O país é responsável por quase um terço de todo café consumido no mundo, mas que se encontra em crise – de acordo com os participantes.

Debatedores

Foram convidados para debater o assunto com os parlamentares, representantes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), da Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de São Gabriel (Cooabriel), da Cooperativa Regional dos Cafeicultores de Guaxupé (Cooxupé) e da CNA.

O debate foi proposto pelo deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Cooperativismo, e será realizado no plenário 6, a partir das 14 horas.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você