Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Pré-Market: Ibovespa Futuro em alta de olho na reforma da Previdência

Investing.com Brasil - 17/04/2019 - 9:19
Governo tenta nesta quarta-feira avançar com a Reforma da Previdência

Por Investing.com

Na abertura dos negócios desta quarta-feira (17) o Índice Futuro do Ibovespa opera com ganhos de 0,43% aos 95.640 pontos, em dia que deve ser marcado pela tentativa do governo de avançar com o projeto de Reforma da Previdência antes do feriado da Sexta-feira Santa.

Como declarar investimentos no IR? Baixe agora o nosso guia completo

>>> Invista em Imóveis de Maneira Inteligente e Seja Dono dos Maiores Empreendimentos do Brasil [SAIBA COMO] <<<

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados encerrou na noite de terça-feira a fase de discussões da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência e marcou a votação sobre a admissibilidade do texto para as 10h desta quarta-feira.

Segundo a Agência Câmara, a discussão na CCJ foi encerrada às 23h30, após mais de 12 horas de sessão, depois que parlamentares favoráveis ao texto abriram mão de suas falas ou discursaram por tempo reduzido.

O IGP-M avançou 0,78% na segunda prévia de abril, depois de registrar alta de 1,06% no mesmo período do mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira. O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

A economia da China repetiu no primeiro trimestre a taxa de crescimento de 6,4% sobre o ano anterior, desafiando expectativas de uma desaceleração, uma vez que a produção industrial saltou com força e a demanda do consumidor mostrou sinais de melhora.

“Acreditamos que ainda há pressão econômica de baixa no segundo trimestre, embora o mercado acionário vá refletir seletivamente fatores positivos em meio ao ‘sentimento baixista’, já que os ganhos por enquanto são mais direcionados pelas expectativas de recuperação econômica do que por dados reais confirmando a melhora”, disse o CITIC Securities em nota.

Bolsas Internacionais

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,25%, a 22.277 pontos. Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,02%, a 30.124 pontos. Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,29%, a 3.263 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,04%, a 4.087 pontos.

Nos principais mercados de ações da Europa, o dia se mostra de rumos indefinidos. Em Frankfurt, o DAX tem alta de 0,30% aos 12.137 pontos, enquanto que em Londres o FTSE recua 0,14% aos 7.460 pontos. Já em Paris, o CAC avança 0,28% aos 5.544 pontos.

Commodities

Pelo segundo dia consecutivo, os contratos futuros do minério de ferro encerram a sessão desta quarta-feira com forte desvalorização na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento em setembro, caiu 3,87% para 621,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 25 iuanes.

O dia também foi negativo para os principais papéis do vergalhão de aço, que tem sua negociação na bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato mais líquido, para outubro, perdeu 7 iuanes para 3.713 iuanes por tonelada, enquanto o de maio, segundo mais negociado, somou 13 iuanes a 4.163 iuanes por tonelada.

No caso do petróleo, a sessão se mostra positiva para os principais contratos do produto. Em Nova York, o barril do tipo WTI é negociado com alta de 0,56%, ou US$ 0,36, a US$ 64,41. Já em Londres, o barril do tipo Brent soma 0,52%, ou US$ 0,37, a US$ 72,09.

Mercado Corporativo

Vale: Vendas de Minério

A mineradora Vale (VALE3) informou nesta terça-feira que suas vendas de minério de ferro e pelotas em 2019 ficarão no centro da faixa de 307 milhões a 332 milhões de toneladas da previsão anunciada após o desastre de Brumadinho (MG).

A avaliação da empresa leva em conta o cenário de produção em Minas Gerais, impactado por paradas de minas, e também fortes chuvas no Maranhão, em março e abril, que atingiram os embarques no terminal de Ponta da Madeira, o transporte ferroviário na EFC e, por consequência, a produção do sistema norte, o principal da Vale.

Havia inicialmente expectativa de que a produção ao Norte do país, onde estão situados Carajás e o megaempreendimento S11D, poderia compensar parte da perda na extração em Minas Gerais, impactada severamente pelo desastre de Brumadinho, ao final de janeiro.

Petrobras: independência

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que a Petrobras (PETR4) é independente para estabelecer preços, e que o presidente Jair Bolsonaro deixou claro entender que seria fora de propósito manipular cotações da estatal.

A afirmação foi feita depois de uma reunião de pouco mais de uma hora com Bolsonaro, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, técnicos da área, além do próprio Guedes.

O ministro da Economia afirmou que estava claro que esse foi um encontro de “esclarecimento”.

Petrobras: cotações mantidas

A Petrobras decidiu manter estáveis as cotações do diesel e da gasolina em suas refinarias na quarta-feira, de acordo com informações da estatal no início da noite desta terça-feira.

A estabilidade dos preços vem após a estatal voltar atrás em uma elevação de 5,7% no diesel anunciada na manhã de quinta-feira passada, que entraria em vigor na sexta-feira. Desde então, a Petrobras manteve os preços para sábado, segunda e terça-feiras.

Klabin: investimentos

A fabricante de papel e celulose Klabin (KLBN11) anunciou nesta terça-feira que aprovou a expansão de capacidade no segmento de papéis para embalagem, o projeto Puma II, que vai consumir investimentos de 9,1 bilhões de reais até 2023.

Puma II, resultado de um estudo para expansão orgânica da empresa, abrange a construção de duas máquinas de papel, com produção de celulose na unidade na cidade de Ortigueira (PR).

O anúncio acontece cerca de três meses após a conclusão da fusão entre duas rivais da Klabin, pela qual a Suzano (SUZB3) incorporou a Fibria (FIBR3), criando a maior produtora de celulose de eucalipto do mundo.

Segundo a Klabin, a capacidade total das máquinas de Puma II será de 920 mil toneladas anuais de papéis Kraftliner. Na Unidade Puma, a Klabin já produz celulose branqueada (fibra curta, fibra longa e fluff), com capacidade anual de 1,6 milhão de toneladas.

Os preços do etanol no Brasil saltaram até 15% na semana passada, maior ganho semanal desde 2010, à medida que a forte demanda das distribuidoras de combustível antes do feriado nacional se somou às reduzidas ofertas das usinas, que estão iniciando a colheita da nova safra de cana-de-açúcar mais lentamente.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP, os preços médios na última semana para o etanol hidratado no Estado de São Paulo, maior mercado de combustível do país, foram de 1,896 reais por litro (pagos ao produtor, antes de impostos), 15,07 por cento acima da semana anterior.

A oferta de etanol estava em baixa “por conta de chuvas em boa parte do Estado de São Paulo”, informou o Cepea em nota, acrescentando que “distribuidoras fizeram grande parte de suas aquisições no início da semana… para atender a vendas pré e durante o feriado.”

Petrobras: oferta

A Petrobras contratou nove bancos para coordenar uma oferta de ações de sua unidade de distribuição de combustíveis, a BR Distribuidora (BRDT3), de acordo com três fontes familiarizadas ao assunto.

A oferta será liderada pelos bancos de investimento do JPMorgan Chase e Citigroup, além das unidades de investimento do Itaú Unibanco (ITUB4), Bradesco (BBDC4), Credit Suisse, Banco do Brasil (BBAS3), Santander (SANB11), HSBC e Bank of America.

A BR Distribuidora está entre os ativos que a Petrobras pretende vender para reduzir suas dívidas e ampliar investimentos no setor de exploração e produção de petróleo.

Caixa: financiamento para caminhões

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira que vai elevar, de 80% para até 100% o valor financiável na compra de caminhões e ônibus.

A medida, que entra em vigor na quarta-feira, foi divulgada no mesmo dia em que o governo federal anunciou uma linha de 500 milhões de reais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para compra de pneus e manutenção de caminhões.

Os anúncios fazem parte de um pacote do governo para tentar reduzir o risco de uma nova greve de caminhoneiros. As medidas incluem redução de custos da categoria, incluindo promessa de 2 bilhões de reais para conclusão de obras e manutenção de rodovias e eixos viários importantes.

Vale: autorização em MG

Uma decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais autorizou a mineradora Vale a retomar a operação de sua mina Brucutu, a maior de minério de ferro da companhia no Estado, segundo documento visto pela Reuters nesta terça-feira.

As ações da maior produtora global de minério de ferro fecharam com alta de 3,45 por cento, impulsionadas pela notícia da liberação da mina.

A retomada de Brucutu, com capacidade para produzir 30 milhões de toneladas por ano, na cidade de São Gonçalo do Rio Abaixo, poderia amenizar o impacto de outras paralisações de operações na Vale, na sequência do rompimento mortal da barragem da companhia em Brumadinho, também em Minas.

Francesa Total

A petroleira francesa Total deu mais um passo na estratégia de investir em energia renovável no Brasil, ao fechar a aquisição de seu primeiro projeto de geração eólica no país, um complexo no Rio Grande do Norte que terá capacidade instalada de cerca de 92 megawatts.

O negócio foi celebrado pela Total Eren, braço do grupo para investimentos em geração limpa, e envolve o complexo Terra Santa, da desenvolvedora Vila Energia Renovável, disse à Reuters o sócio-diretor da empresa de projetos, Fernando Estevão de Meneses.

Agenda de Autoridades

O presidente Jair Bolsonaro começa a quarta-feira se reunindo com Gutemberg Fonseca, Secretário de Governo e Relações Institucionais do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Em seguida, participa da cerimônia Comemorativa do Dia do Exército, com a Imposição da Ordem do Mérito Militar e da Medalha do Exército Brasileiro.

Ainda pela manhã, se reúne com General Oswaldo de Jesus Ferreira, Presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

De tarde, a reunião será com Santos Cruz, Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República; Deputado Aluisio Mendes (Podemos/MA); Deputado Edilázio (PSD/MA); Deputado Pastor Gildenemyr (PMN/MA), e Deputado Hildo Rocha (MDB/MA) e em seguida com Mauro Carlesse, Governador do Estado do Tocantins.

O dia chega ao fim com uma reunião com Osmar Terra, Ministro de Estado da Cidadania.

Já o ministro da Economia, Paulo Guedes, começa o dia se reunindo com parlamentares do PR, tendo em seguida audiência com Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil. Na hora do almoço, a reunião será com ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Davi Alcolumbre, presidente do Senado, e senador Fernando Bezerra.

O dia termina com a 3ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

Última atualização por - 17/04/2019 - 9:30