Últimas Notícias Eleições 2018 Comprar ou vender?
Cotações por TradingView

Por que a Netflix está afundando na Bolsa?

Opinião - 17/07/2018 - 12:03

Por William Alves, estrategista-chefe da Avenue Securities

Em alguns anos analisando empresas me acostumei a focar na capacidade de geração de caixa de uma empresa, afinal de contas o que é uma empresa senão uma máquina de fazer dinheiro? Pois bem a lógica tecnológica refutou ou relativizou essa percepção e hoje o que mais importa é crescimento…depois se pensa em como se transforma isso em dinheiro. Não está errado ou certo, alguns modelos se mostram muito bons com essa estratégia.

Mas crescimento é a palavra chave do resultado do 2T18 do Netflix que explica o porquê suas ações caem 14% agora após o fechamento do mercado. Esperava-se um crescimento de 5.0MM de assinantes fora do US e 1.2 milhões nos US totalizando 131,2 milhões de assinantes. O número decepcionou em 1 milhão a menos de pessoas sentadas e assistindo Netflix. Não obstante houve redução de margem de lucro operacional de 12,1% no 1T18 para 11,8% e um guidance que também não colaborou mostrando um menor crescimento para frente.

Mais que isso no “House of Cards” das empresas de conteúdo e streammming a competição vem aumentando…seria como uma horda de “Vikings” vindo guerrear por um pedaço desse mercado? É o que parece. Apesar de justificar dizendo: “Acreditamos que o apetite do consumidor por um grande conteúdo é amplo e que há espaço para várias partes ter ofertas atraentes.”

O fato é que o futuro parece mais nebuloso. HBO e Disney estão evoluindo para se concentrar e competir nesse mercado; Amazon e Apple estão investindo em conteúdo como parte de um ecossistema maior de assinaturas, sendo que essas empresas tem conteúdo exclusivo e estão se esforçando para encontrar bons criadores de conteúdo pelo mundo. Existe ainda a concorrência da AT&T/Warner Media, da Fox/Disney ou Fox/Comcast combinada, bem como players internacionais como a ProSieben na Alemanha e Salto na França.

E para finalizar a Netflix parece não se preocupar com caixa ou recursos para continuar concorrendo nesse mercado. Assim como na série La Casa de Papel, eles parecem contar com uma Casa da Moeda do mercado que tem se mostrado disposta a financiar sua queima de $500MM de caixa por trimestre ou $3 a $4 bilhões por ano.
Fato é que os “assinantes” da ação Netflix parece que não gostaram muito desse capítulo da série e alguns “Billions” irão se perder nesses próximos dias.

Leia mais sobre: Avenue Securities, Netflix, Opinião
Últimas Notícias