Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Plano para futuro da Eletrobras tem divulgação adiada para julho, diz jornal

Investing.com Brasil - 21/06/2019 - 9:46
A grande dúvida que cerca a processo é sobre o modelo que o governo deve optar, se será pela capitalização da elétrica, com a troca do controle acionário, ou se será por meio de uma privatização

Por Investing.com

A divulgação dos pontos principais do plano para a capitalização da Eletrobras (ELET3) deve ficar apenas para o mês de julho. A meta do Ministério de Minas e Energias ainda é de lançar o projeto em junho. As informações são da edição desta sexta-feira no Valor Econômico.

Minas e Energia mantém Eletrobras em programa de privatização

Continua depois da publicidade

A grande dúvida que cerca a processo é sobre o modelo que o governo deve optar, se será pela capitalização da elétrica, com a troca do controle acionário, ou se será por meio de uma privatização. Ao jornal, uma fonte disse que as primeiras informações devem sair neste mês.

Durante o governo do presidente Michel Temer, foi desenhado um plano de capitalização, com uma oferta subsequente de ação sendo realizada na proporção necessária para levantar recursos para o pagamento de bônus de outorga pela concessão de usinas. Essas usinas operam atualmente no regime de cotas. Assim, seria viabilizada a desestatização do controle da elétrica.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A previsão, na época de Temer, é que seria preciso um total de R$ 12 bilhões para o pagamento desses bônus, o que permitiria renovar os contratos de concessão das plantas por um período de 30 anos. A estimativa é que 14 hidrelétricas da Eletrobras operem sob o regime de cotas.

No final do mês passado, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, revelou que estava trabalhando no plano de capitalização da estatal com o Ministério da Economia e com a Advocacia-Geral da União (AGU). O passo seguinte deve ser apresentar esse projeto ao Congresso.

Última atualização por Bruno Andrade - 21/06/2019 - 9:46