Últimas Notícias IR 2018 Carteiras recomendadas Comprar ou vender Finanças Pessoais Cripto Economia
Cotações por TradingView

Mercados

Petróleo cai antes de dados dos estoques dos EUA

Investing.com Brasil - 16/05/2018 - 9:43

Investing.com – A cotação do petróleo caía nesta quarta-feira, mas permanecia perto da máxima de três anos e meio atingida na sessão anterior, com os mercados concentrados no aumento dos estoques de petróleo dos EUA, em conjunto com o impacto potencial das sanções norte-americanas nas exportações iranianas de petróleo.

Contratos futuros de petróleo bruto WTI, negociados em Nova York, tinham perdas de US$ 0,36, ou cerca de 0,5%, e eram negociados a US$ 70,95 o barril às 09h43 após terem tido ganhos de US$ 0,35 na terça-feira.

Além disso, o petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, recuava US$ 0,74, ou cerca de 0,94%, para US$ 77,69 o barril na sequência de um aumento de US$ 0,26 na sessão anterior.

Apesar das quedas, as duas referências se mantinham perto dos picos de novembro de 2014 de US$ 71,92 e US$ 79,47 por barril, respectivamente, que foram atingidos no dia anterior.

Investidores de petróleo aguardam novos dados semanais sobre os estoques comerciais de petróleo bruto dos EUA para avaliar a força da demanda do maior consumidor de petróleo do mundo e a rapidez com que os níveis de produção irão continuar a subir.

A Administração de Informação de Energia dos EUA (EIA, na sigla em inglês), divulgará seu relatório semanal oficial dos estoques de petróleo referente à semana encerrada em 11 de maio às 11h30 em meio a expectativas de redução em torno de 763.000 barris.

Analistas também preveem uma redução de 1,4 milhão de barris nos estoques de gasolina, ao passo que os estoques de destilados deverão ter redução de 2,1 milhões de barris.

Após os mercados fecharem na terça-feira, o Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) afirmou que os estoques de petróleo dos EUA tiveram aumento de quase 4,9 milhões de barris na semana passada.

Os dados do API também mostraram uma queda de 3,4 milhões de barris nos estoques de gasolina, ao passo que estoques de destilados tiveram uma redução de 768.000 barris.

Frequentemente há fortes divergências entre os as estimativas do API e números oficiais da EIA.

Enquanto isso, investidores continuavam a avaliar as implicações do presidente Donald Trump ter saído do acordo nuclear com o Irã no início deste mês.

A saída do acordo significa que os Estados Unidos provavelmente irão impor novamente as sanções contra o Irã depois de 180 dias, a menos que algum outro acordo seja realizado antes disso.

Isso poderia levar a um fornecimento mundial mais reduzido de petróleo, já que dificulta a exportação de petróleo pelo Irã.

O Irã, que é um grande produtor de petróleo do Oriente Médio e membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), retomou seu papel como um grande exportador de petróleo em janeiro de 2016, quando as sanções internacionais contra Teerã foram removidas em troca de restrições ao programa nuclear iraniano.

Por Investing.com

Leia mais sobre: Commodities, Mercados, Petróleo
 

Últimas Notícias