Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Petróleo busca direção com peso de produção da Líbia e do comércio internacional

Investing.com Brasil - 12/07/2018 - 13:56
(Pixabay)

Investing.com – A cotação do petróleo bruto dos EUA lutava em busca de direção nesta quinta-feira, já que a Líbia removeu sua declaração de força maior em quatro portos de petróleo e as tensões comerciais pesavam.

Os contratos futuros do petróleo West Texas recuavam 0,71% para US$ 69,89 o barril às 11h42. Além disso, os contratos futuros de petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, tinham alta de 0,41% e eram negociados a US$ 73,70 o barril.

Os preços foram contidos por notícias na quinta-feira de que a Líbia retirou sua declaração de força maior em quatro portos de petróleo e indicou que a produção retornaria aos níveis normais.

Além disso, a capacidade global de produção de petróleo pode ser “esticada até o limite”, disse a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) em sua última projeção nesta quinta-feira.

A organização sediada em Paris disse em seu relatório mensal que “não há sinal de maior produção de outros países que possa aliviar os temores de aperto no mercado”.

A produção de petróleo bruto da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e da Rússia subiu à máxima de quatro meses em junho, com aumento de 180.000 barris por dia e total de 31,87 milhões de barris por dia, afirmou a IEA.

A Opep concordou em junho em elevar a produção com um aumento nominal de 1 milhão de barris por dia em meio à pressão dos EUA para reduzir os preços. Enquanto os membros da Opep acrescentarão cerca de 700 mil barris por dia, os fornecedores de petróleo externos à organização, liderados pela Rússia, acrescentariam o restante.

As tensões comerciais também pesavam sobre o petróleo uma vez que o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou nesta semana impor tarifas sobre outros US$ 200 bilhões em produtos chineses. Trump visita o Reino Unido nesta quinta-feira depois de encerrar uma cúpula de dois dias da Otan, na qual pediu aos membros que aumentem suas metas de compromisso.

Em outras negociações de energia, os contratos futuros de gasolina recuavam 0,17% para US$ 2,0709 o galão, ao passo que o óleo de aquecimento tinha ganhos de 0,31% e era negociado a US$ 2,1074 o galão. Os contratos futuros de gás natural estavam em baixa de 0,64% e eram negociados a US$ 2,811 por milhão de unidades térmicas britânicas.

Leia mais sobre: Dólar, Indústria, Petróleo
Últimas Notícias