Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Petrobras opera com ganhos; BTG mantém otimismo e recomendação de compra

Investing.com Brasil - 08/05/2019 - 10:58
Mercados
Segundo o banco, as notícias positivas dos resultados vieram principalmente na forma da gestão (Imagem: Pixabay)

 Por Investing.com

Na abertura dos negócios da manhã desta quarta-feira na bolsa paulista, as ações da Petrobras (PETR4) operam com ganhos de 1,78% a R$ 26,82. Na noite de ontem, a estatal informou que seu lucro líquido caiu 42 por cento entre janeiro e março, ante o mesmo período de 2018, para 4,03 bilhões de reais, com a redução da produção de petróleo e menores preços da commodity atingindo as exportações, além de uma nova norma contábil que impactou os resultados.

Exclusivo: O segredo para ganhar com Petrobras em qualquer cenário

Na comparação com o quatro trimestre, o lucro líquido cresceu 92 por cento, com redução de 1,1 bilhão de reais nas despesas com imposto de renda e contribuição social, em razão da baixa de créditos de prejuízos fiscais registrados no período anterior, além de maior resultado no setor petroquímico (400 milhões de reais).

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

Após o resultado, o BTG Pactual (BPAC11) divulgou relatório mantendo a perspectiva positiva para o papel e a recomendação de compra. Segundo o banco, as notícias positivas dos resultados vieram principalmente na forma da gestão.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

A equipe destacou três pilares importantes que a companhia segue perseguindo: busca incessante do grau de investimento como uma ferramenta fundamental para reduzir o custo do capital e melhorar a criação de EVA; foco em E & P como a maior remuneração de capital da Petrobras; e a liberdade operacional, que inclui o progresso na tão necessária venda de ativos.

Apesar disso, o BTG mostra preocupação de como os números serão recebidos pelo mercado, entendendo que o compromisso com a desalavancagem deve ser forte o suficiente para apoiar uma reação positiva das ações.

A Mirae Asset destaca que aredução da produção no primeiro trimestre por conta de paradas de equipamentos tende a sercompensada de abril a junho, à medida que os novos sistemas avancem no processo de ramp-up.

Para os analistas, o resultadosofreu a influência de ajustes contábeis e não tira o potencial de recuperação esperado mais a frente com a venda degrandes ativos, como refino e distribuição. Além do balanço, a Petrobras anunciou o pagamento de JCP de R$ 1,3 bilhão,equivalente a R$ 0,10 por ação ordinária (ON) e preferencial (PN).

Última atualização por Rafael Borges - 08/05/2019 - 10:59