Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Petrobras: Lucro cai 42% e chega a R$ 4 bilhões

07/05/2019 - 19:45
O resultado ficou abaixo do esperado pelo mercado (Foto: Divulgação)

O lucro líquido da Petrobras (PETR3; PETR4) chegou a R$ 4 bilhões no primeiro trimestre de 2019, uma queda de 42% em relação ao mesmo período do ano anterior, informou a empresa em um comunicado enviado ao mercado nesta terça-feira (7). O lucro por ação foi de R$ 0,31 por ação, abaixo do R$ 0,37 esperado pelo mercado.

Petrobras irá pagar R$ 1,3 bilhão em juros sobre o capital próprio

O Ebitda ajustado foi de R$ 27,5 bilhões, 7% acima do mesmo período do ano anterior.

Exclusivo: O segredo para ganhar com Petrobras em qualquer cenário

A receita de vendas totalizou R$ 80 bilhões, também 7% superior ao visto um ano antes. O aumento reflete, principalmente, o crescimento de R$ 5,8 bilhões da receita no mercado interno, devido aos maiores volumes e preços médios de derivados, e também o aumento da receita com exportações.

“Adicionalmente, a valorização dos preços do gás natural e o preço de realização de energia elétrica contribuíram para o aumento de R$ 2,5 bilhões na receita do segmento de gás e energia”, explica a empresa.

A mediana das expectativas do mercado apontava para receitas de R$ 83,67 bilhões.

Endividamento

A dívida líquida totalizou R$ 372,2 bilhões ao fim do trimestre, um aumento de R$ 103,4 bilhões em relação ao quarto trimestre de 2018 em função dos efeitos do IFRS16. Desconsiderando-se tais efeitos, o endividamento líquido da companhia seria de R$ 266,3 bilhões.

O índice dívida líquida/Ebitda dos últimos 12 meses ajustado aumentou para 3,19 vezes, ainda devido aos efeitos do IFRS 16 apenas a partir do 1º trimestre de 2019.

Caso os efeitos do IFRS 16 fossem aplicados em todo período ajustado de 2018, a métrica atingiria 2,89 vezes. Uma vez expurgados tais efeitos, esta métrica finalizaria o trimestre em 2,37 vezes.

Veja o resultado completo:

Leia mais sobre: Empresas, Petrobras, Petróleo, Resultados

Última atualização por Gustavo Kahil - 07/05/2019 - 19:52