Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Pepsi x Coca: investir na marca mais valiosa ou na empresa que vende mais?

Opinião - 07/05/2019 - 14:55

coca

Por Papo de Grana

Pepsi e Coca-Cola aumentaram seu valor de mercado nos últimos anos, apesar do consumo de refrigerantes nos Estados Unidos estar cada vez menor. A capacidade de diversificar os produtos e explorar novos mercados faz com que ambas continuem atraindo investidores.

Pode ser Pepsi?

A pergunta, que evidencia certa preferência pela Coca-cola, já foi usada pela própria Pepsi em campanhas publicitárias. Quando se trata de consumir, você pode gostar mais de uma ou de outra, mas se o assunto é investimento, vale a pena conferir alguns números.

Mercado

O consumo per capita de refrigerantes nos Estados Unidos vêm caindo há um bom tempo. Nas últimas três décadas, o aumento foi mais ou menos constante até 1998. De lá para cá, a queda é vertiginosa. Atualmente, o consumo está em seu menor nível médio desde 1987.

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

Mas as duas gigantes do ramo, Coca-Cola e a Pepsi, têm conseguido se reinventar em um contexto de consumo que, cada vez mais, prioriza alternativas saudáveis às bebidas industrializadas.

Comparar as duas empresas pode ser difícil e até desleal. A Pepsi, embora leve a pior quando o assunto é o refrigerante de cola, controla algumas das marcas mais valiosas tanto do mercado de bebidas quanto do de alimentos sólidos.

Faturamento

O sucesso da Pepsi em produtos como Ruffles, Lays, Doritos, Aveia Quaker, Gatorade, Starbucks, entre tantos outros, faz com que o seu faturamento anual esteja quase duas vezes maior que o da Coca-Cola.

Vendas

Pepsi:

US$ 64.04 bilhões

Coca-cola

US$ 33.92 bilhões

Refrigerantes ainda pesam nos ganhos

As vendas de água engarrafada e energéticos constituem um mercado crescente no qual as duas empresas atuam com força. Ainda assim, o comércio anual de refrigerantes, nos Estados Unidos, mesmo em queda, movimenta mais que o dobro das outras duas categorias. Além disso, refrigerantes são produtos com custo de produção bastante baixo, em comparação com néctares, energéticos e cafés, o que permite maior margem de lucro.

Exclusivo: O segredo para ganhar com Petrobras em qualquer cenário

Valorização

As duas empresas mostraram valorização ao longo dos 10 últimos anos, mesmo com a queda no consumo de refrigerantes em seu principal mercado, os Estados Unidos. A capacidade que as duas gigantes têm de se reinventar, diversificar seus produtos e manter a relevância de suas marcas, garantiu que ambas pudessem se manter como uma escolha de investimento atrativa para os investidores.

PEPSI

As ações da Pepsico tiveram alta de 142,10% em 10 anos.

Pepsi-CHARTS-2009

COCA-COLA

Os papéis da The Coca-Cola Company tiveram uma valorização de 88,92% nos últimos 10 anos.

Coca-cola-a--es-10-anos

Embora a Pepsi tenha levado a melhor em valorização das ações nos últimos 10 anos, a Coca-Cola ainda detém a marca mais valiosa, ocupando a 6a. posição entre as mais valiosas do mundo. A Pepsi tem a 29a. posição.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Há espaço para crescer?

As duas companhias têm rendido a seus investidores, além dos dividendos, uma valorização constante de suas ações. Mas a evolução do investimento ficou abaixo do S&P 500, principal índice para investimentos na bolsa americana.

Quando se trata de investir em ações, é sempre bom ter em mente que grandes companhias dificilmente vão ampliar seu valor a porcentagens tão altas quanto empresas pequenas que se destacam em nichos muito específicos ou apresentam produtos absolutamente novos, como foi o caso recente da Netflix.

Basicamente, empresas que já são muito grandes têm menos chance de dobrar ou triplicar de tamanho do que empresas menores. Por outro lado, empresas grandes oferecem menos risco se forem capazes de mostrar constante capacidade de adaptação, como é o caso da Pepsi e também o da Coca.

Um portfólio diversificado de ações é sempre a melhor solução para quem quer aproveitar ganhos maiores que os da renda fixa com risco diluído.

Última atualização por Rafael Borges - 08/05/2019 - 9:26