Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Para prefeito de Veneza, mudança climática é causa de enchentes

13/11/2019 - 7:28
Veneza Itália Turismo
Maré chegou a 1,87 metro e terá um impacto duradouro na cidade (Imagem: Liubov Ilchuk/Unsplash)

O prefeito de Veneza se prepara para declarar estado de emergência depois que a segunda maré mais alta já registrada atingiu a cidade italiana com as fortes chuvas.

A maré chegou a 1,87 metro e terá um impacto duradouro na cidade, disse o prefeito Luigi Brugnaro. “Esses são os efeitos das mudanças climáticas”, afirmou em um post no Twitter.

Brugnaro classificou a situação de “dramática”, postando vídeos e fotos da maré alta que inundou pontos turísticos. Havia várias imagens mostrando a Praça de São Marcos submersa em água e pessoas andando pelas ruas com água até os joelhos.

Um relatório de 2017 da Agência Nacional da Itália para Novas Tecnologias, Energia e Desenvolvimento Econômico Sustentável alertou que Veneza ficará submersa dentro de um século se as mudanças climáticas não forem adiadas, com a implementação de medidas de proteção adequadas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

conta oficial da cidade de Veneza no Twitter, a empresa de transporte público Azienda Veneziana da Mobilita e cidadãos usaram a hashtag italiana #acquaalta (maré alta) para postar atualizações sobre a situação nas redes sociais.

A enchente é o mais recente incidente em uma série de desastres ambientais diante das evidências das mudanças climáticas em todo o mundo. No início desta semana, mais de 70 focos de incêndio foram identificados em Nova Gales do Sul, na Austrália, danificando propriedades e matando pessoas.

Última atualização por Lucas Simões - 13/11/2019 - 7:29

Bolsonaro sanciona orçamento com fundo eleitoral de R$ 2 bilhões