Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Para diversificar, é possível montar um mix de fundos imobiliários

Daniela Rocha - 14/06/2019 - 18:04

Fundos imobiliários se apresentam como alternativa de diversificação (Imagem: Pixabay)

Por SmartBrain

“Não coloque todos os ovos na mesma cesta”, essa é uma das regras mais importantes em se tratando de investimentos. A diversificação é uma maneira inteligente de diluir exposição ao risco e aproveitar oportunidades de ganhos em várias classes de ativos.

Dessa forma, quem pretende ter fundos imobiliários (FIIs) na carteira de investimentos tem como diversificar ainda mais nessa categoria, e não ficar exposto a um único perfil de produto. Existem no mercado fundos de fundos imobiliários, os chamados FOFs.

Continua depois da publicidade

Por definição, um FOF é um fundo que compra cotas de variados fundos imobiliários, ou seja, é um produto que representa um portfólio diversificado dentro desse segmento. Entre as vantagens, poder diversificar mesmo aplicando valores mais baixos e contar com estratégias de alocação desenvolvidas por gestores de recursos especializados.

Há duas categorias de fundos imobiliários:  os que investem mais de dois terços do patrimônio líquido em empreendimentos com foco na geração de renda com locação e os de desenvolvimento para venda, que aplicam mais de dois terços do patrimônio em ativos imobiliários em fase de projeto ou construção com o objetivo de serem vendidos a terceiros. Além disso, os fundos imobiliários são segmentados pelos perfis dos empreendimentos como residenciais, lajes corporativas, shopping centers, hotéis, hospitais, galpões logísticos e industriais, entre outros.

Mas você sabia que pode ter um mix de fundos imobiliários como se fosse o seu próprio fundo de fundos (FOF)?

Mesmo que você não acompanhe o setor imobiliário de perto, pode montar uma combinação de FIIs com o suporte de um assessor de investimentos. Esse profissional irá te ajudar na escolha dos melhores produtos e, com o uso de tecnologia, será possível acompanhar e analisar esse portfólio como se fosse um FOF.

Então, vamos fazer uma demonstração, usando o smartAdvisor, sistema de consolidação de investimentos da SmartBrain.

Nesta simulação, consideramos os TOP 5 fundos imobiliários mais aplicados pelos grandes investidores, segundo a pesquisa Big Data SmartBrainbase de abril:

 

Vamos supor que o investidor tivesse feito aplicações no dia 02/01/2019, adquirindo 50 cotas de cada um fundos abaixo:

 

                                                            Fonte: Big Data SmartBrain

 

 

No sistema de consolidação, é possível acompanhar a evolução do conjunto destes fundos imobiliários, como um FOF:

 

Veja abaixo a rentabilidade do FOF desde o início, em comparação com os diversos indexadores de mercado:

 

 

No SmartAdvisor, também é possível ver a posição de cada ativo do FOF, incluindo os rendimentos distribuídos (aluguéis) ao longo do tempo:

 

 

Viu como é simples montar um portfólio de FIIs que funciona como um fundo de fundos imobiliários? Mas, reforçamos que é essencial que você procure um assessor de investimentos para te ajudar a selecionar os produtos mais adequados para você.

Use também um comparador de investimentos para fazer pesquisas sobre os desempenhos dos fundos imobiliários disponíveis no mercado. Hoje, existem 173 FIIs listados na B3, isto é, que têm suas cotas negociadas em bolsa. Considerando também os não listados, são mais de 400. Você pode ter um “FOF para chamar de seu”!

 

 

 

 

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 14/06/2019 - 18:47