Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Papéis prefixados e corrigidos pela inflação do Tesouro Direto têm perdas em abril

Arena do Pavini - 03/05/2019 - 9:17
Papéis prefixados e corrigidos pela inflação tiveram perdas por causa da alta da taxa de juros

Por Arena do Pavini

Papéis prefixados ou corrigidos pela inflação tiveram perdas em abril por conta da alta dos juros, em meio à incerteza com a aprovação da reforma da Previdência. As Letras do Tesouro Nacional (LTN), papéis prefixados com juros pagos somente no fim, fecharam abril com perdas de 0,06% nos papéis para 2023 e de 0,35% nos para 2035. Já no ano, essas LTN ainda acumulam ganhos, de 3,28% e 4,11%, e em 12 meses, de 11,52% e 13,46%, respectivamente.

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

Continua depois da publicidade

Maior perda mensal e maior ganho em 12 meses

Já os títulos corrigidos pela inflação, as Notas do Tesouro Nacional série B (NTN-B) com juros no vencimento tiveram perdas nos vencimentos 2035 (-0,24%) e 2045 (-1,09%) em abril. Foi o segundo mês de perdas das NTN-B longas. Em março, as 2035 perderam 0,94% e as 2045, 2,06%. Mesmo assim, os papéis acumulam ganhos no ano, 11,46% e 16,67%, e em 12 meses, 23,43% e 32,42%, respectivamente, superando inclusive o Índice Bovespa, que acumula 9,63% no ano e 11,89% em 12 meses.

Perda virtual

Essa perda também é virtual. Ela só valerá para quem vender os papéis no mercado agora, antes do vencimento. Quem carregar o papel até o fim receberá exatamente o juro combinado na aplicação. Essa flutuação aparecerá também em fundos de renda fixa indexados à inflação com prazo (duração) mais longa.

Troca por papel privado

Alguns analistas, diante da forte alta em 12 meses, recomendam inclusive que o investidor estude trocar os papéis do Tesouro por outros de empresas que sejam isentos de imposto de renda. Mas o cuidado é escolher empresas com baixo risco e que paguem juros próximos aos das NTN-B em prazos parecidos. Confira abaixo o desempenho dos títulos do Tesouro Direto. As LTN são o Tesouro Prefixado e as NTN-B, o Tesouro IPCA+.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

Apesar do ganho maior, porém, o investidor que fizer a troca deve levar em conta que o risco de uma empresa não pagar é maior do que o do governo. Além disso, não há garantia de liquidez. Se precisar do dinheiro antes do vencimento, o investidor precisará encontrar outra pessoa interessada em comprar o título da empresa. Alguns papéis privados já tem um bom mercado secundário, mas sempre é preciso estar atendo a essa dificuldade.

Tesouro Direto
TítulosVencimentoAbrilMarçoNo ano12 meses
Tesouro Prefixado01/01/20200,440,382,087,01
Tesouro Prefixado01/01/20210,290,42,568,89
Tesouro Prefixado01/01/20220,10,44
Tesouro Prefixado01/01/2023-0,060,463,2811,52
Tesouro Prefixado01/01/2025-0,350,474,1113,46
Prefixado Juro Semestral01/01/20210,330,422,628,62
Prefixado Juro Semestral01/01/20230,160,533,5110,65
Prefixado Juro Semestral01/01/2025-0,010,674,1311,94
Prefixado Juro Semestral01/01/2027-0,150,543,9212,74
Prefixado Juro Semestral01/01/2029-0,340,353,7513,73
Tesouro Selic01/03/20210,50,432,026,33
Tesouro Selic01/03/20230,480,3126,32
Tesouro Selic01/03/20250,460,23
Tesouro IPCA+15/05/20190,860,763,016,96
Tesouro IPCA+15/08/20240,50,524,7811,14
Tesouro IPCA+15/05/2035-0,24-0,9411,4623,43
Tesouro IPCA+15/05/2045-1,09-2,0616,6732,42
IPCA+ Juro Semestral15/08/20200,740,553,167,89
IPCA+ Juro Semestral15/08/20240,530,564,510,56
IPCA+ Juro Semestral15/08/20260,120,415,1311,89
IPCA+ Juro Semestral15/05/20350,1-0,358,1916,97
IPCA+ Juro Semestral15/05/20450,32-1,029,3519,91
IPCA+ Juro Semestral15/08/2050-0,08-1,399,3420,83

Fonte: Tesouro Direto. Rendimentos até dia 30 de abril.

Última atualização por Bruno Andrade - 03/05/2019 - 9:17