Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

União Europeia diz que união entre Embraer e Boeing reduz concorrência e aumenta preços

Reuters - 04/10/2019 - 14:46
Embraer
O acordo removeria a Embraer da indústria de aviões comerciais e do mercado de aviões de corredor único (Imagem: REUTERS/Roosevelt Cassio)

Os reguladores antitruste da União Europeia (UE) abriram nesta sexta-feira (4) uma investigação em larga escala sobre a oferta da Boeing (BA) por uma participação controladora no braço de aeronaves comerciais da Embraer (EMBR3), dizendo que o acordo pode reduzir a concorrência e elevar preços.

A Comissão Europeia afirmou que o acordo removeria a Embraer, terceira maior fabricante mundial do setor, da indústria de aviões comerciais, enquanto potenciais rivais de China, Japão e Rússia não seriam capazes de preencher a lacuna na próxima década por causa das altas barreiras de entrada.

O responsável pela concorrência da União Europeia disse que as duas empresas se envolvem em disputa direta em termos de preço e outros parâmetros em todo o mundo e na Europa. O acordo também removeria a Embraer do mercado de aviões de corredor único.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A Comissão estabeleceu prazo para a decisão em 20 de fevereiro. A Reuters foi a primeira a relatar uma investigação iminente da União Europeia, que foi posteriormente confirmada pela Embraer.

Veja o documento:

Última atualização por Gustavo Kahil - 04/10/2019 - 17:56