Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Operação Spoofing: Bolsas de criptomoedas intimadas a dar mais informações sobre os envolvidos

Leandro França de Mello - 28/07/2019 - 12:00
Mais bolsas de criptomoedas são intimadas a darem mais informações sobre as movimentações dos 4 presos na Operação Spoofing (André Richter – Enviado Especial

De acordo com o G1, o juiz Vallisney de Souza Oliveira alega ser necessário que a PF e o Ministério Público Federal tenham acesso senhas e chaves das carteiras de criptomoedas do casal Gustavo Henrique e Suelen Priscila. Eles se dizem investidores em moedas virtuais e estão entre os quatro investigados. A Justiça quer obter histórico de transações, senhas e chaves privadas e públicas que possam ser associadas aos suspeitos tendo em vista que uma das linhas de investigação é que eles foram contratados para realizar o ataque.

Além das plataformas Mercado Bitcoin, Braziliex e FoxBit, que já haviam sido intimadas a prestar informações, também foram intimadas 3xbit, Brasil Bitcoin e OmniTrade.

Conforme apurou o G1, contas de criptomoedas “poderiam ser controladas por Walter Delgatti como forma de ocultar pagamentos recebidos por suas atividades ilícitas, bem como para se determinar a real dimensão das invasões praticadas”.

De acordo com despacho do juiz, todas as bolsas de criptomoedas em operação no Brasil deverão revelar se há saldo e se houve movimentação de criptomoedas pelos envolvidos no caso.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
O Segredo das Criptomoedas

Última atualização por Leandro França de Mello - 27/07/2019 - 22:26