Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Onde investir 30 reais: veja as melhores oportunidades de investimento

15/11/2019 - 10:41
Existem 4 tipos de investimento em que é possível aplicar 30 reais: Tesouro Direto, fundos de renda fixa, CDB e LCA

Por Yubb

Você sabia que é possível investir com apenas 30 reais? Parece sonho, né? Mas acredite, é possível e é mais fácil do que você imagina. Quer saber onde investir 30 reais e assim dar o primeiro passo em direção a sua independência financeira? Neste post, vou te dar todas as informações necessárias e, ao final dele, você já estará expert no assunto.

Boa parte da população brasileira não investe por acreditar que é necessário ter muito dinheiro para começar, mas isso é um grande equívoco. Com apenas 30 reais você já pode entrar no mundo dos investimentos de forma fácil e segura.

Existem 4 tipos de investimento em que é possível aplicar 30 reais: Tesouro Direto, fundos de renda fixa, CDB e LCA. Todos possuem garantia, ou do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) ou do Tesouro Nacional, que é o caso do Tesouro Direto.

O primeiro passo é você saber como funciona cada tipo de investimento, para escolher aquele que melhor se adequa às suas necessidades. Então, vamos lá!

Tesouro Direto

Investimentos Ações Mercados
O Tesouro Direto é o tipo de investimento mais seguro que existe, porque possui garantia do Tesouro Nacional (Imagem: Pixabay)

O Tesouro Direto é uma ferramenta criada pelo governo federal para arrecadar fundos. Funciona assim: o Tesouro Nacional, que é responsável por administrar os recursos do país, faz a emissão dos títulos e o investidor, no caso você, através da plataforma da corretora, os compra.

A partir desse momento, você está emprestando dinheiro ao governo, e assim como em empréstimos feito por bancos, há juros. Quanto mais tempo você deixar o dinheiro investido, maiores serão os juros que o Tesouro Nacional irá te pagar, ou seja, maior será a rentabilidade do investimento. Legal, né?

Esse é o tipo de investimento mais seguro que existe, porque possui garantia do Tesouro Nacional. Por isso, é uma ótima escolha se você está começando a investir. Existem 3 tipos de investimento no Tesouro Direto: SELIC, Prefixado e IPCA. Quer saber mais sobre cada um deles?  Este vídeo do Yubb te explica melhor como eles funcionam.

Mas aqui vamos nos aprofundar no Tesouro Prefixado, que é o título que, atualmentem te permite investir com apenas R$ 30,00.

Tesouro Prefixado

O Tesouro Prefixado permite que você saiba exatamente quanto irá resgatar na data de vencimento. Também é uma ótima opção para momentos em que a taxa SELIC está em queda, porque o rendimento do seu investimento será de acordo com a taxa do dia em que você investiu, ou seja, se a SELIC cair nos próximos meses, seu investimento não será afetado.

Na modalidade do Tesouro Prefixado, existem as opções de médio prazo (3 a 5 anos) e longo prazo (10 anos). Dá uma olhada na tabela:

Tabela acessada no dia 24 de outubro de 2019, você pode encontrá-la no site do Tesouro: https://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto-precos-e-taxas-dos-titulos

Como você pode ver na tabela, também é possível investir em outros títulos do Tesouro com menos de R$ 100,00.

É uma opção legal de considerar, se você possui esse dinheiro disponível. Ainda mais para pessoas que querem garantir a aposentadoria, já que o Tesouro IPCA possui datas de vencimentos maiores. Se você quiser saber mais sobre o assunto, temos um post que explica quais investimentos são mais recomendados para aposentadoria.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Vale dizer que não é recomendado que o valor investido no Tesouro IPCA ou no Prefixado seja retirado antes do prazo, porque, se você fizer isso, irá depender do valor de venda do dia e não do valor que você acordou no momento em que definiu o prazo de vencimento. Isso significa que talvez você perca dinheiro. Por isso, é importante ficar atento.

A dica é: se for investir no IPCA e no Prefixado, não tire o investimento antes da data. Caso possa precisar do dinheiro antes, vá de Tesouro SELIC. 😉

Fundos de renda fixa

Existem diversos fundos de investimento, como fundos de ações, multimercado, imobiliários, cambiais, entre outros. Aqui, vou falar especificamente do fundo de renda fixa da Pi investimentos.

Isso não é um publi, viu? Escolhi falar desse fundo justamente por ser um dos poucos que permite investimento mínimo de R$ 30,00.

O fundo de renda fixa da Pi investe exclusivamente no Tesouro SELIC, que é um ativo financeiro que acompanha as variações da taxa SELIC.

O diferencial do fundo da Pi, é que ele não tem taxa de custódia, aquela taxinha que a B3 cobra para armazenar os títulos do tesouro (Imagem: Reprodução/Pi Investimentos)

E aí, você me pergunta “Mas se este fundo investe só no Tesouro SELIC, não seria mais fácil eu investir direto no Tesouro?”. Bem, especificamente nesse caso, não. Vou te explicar o porquê.

O diferencial do fundo da Pi, é que ele não tem taxa de custódia, aquela taxinha que a B3 cobra para armazenar os títulos do tesouro. Ou seja, você não paga os 0,25% ao ano.

Isso é um grande diferencial porque é uma forma de maximizar a sua rentabilidade, sem pagar a taxa de custódia do Tesouro Direto. E o melhor? É possível entrar no fundo com apenas R$ 30,00.

Quer saber mais sobre os fundos que investem no Tesouro SELIC com taxa zero? Veja o nosso vídeo!

Renda fixa privada 

No primeiro tópico, te falei sobre o Tesouro Direto, que é a renda fixa pública. Agora, vou te falar sobre outros dois outros investimentos de renda fixa, mas dessa vez privados.

A diferença entre os títulos públicos e privados é que os públicos são emitidos pelo Tesouro Nacional, enquanto os privados são emitidos por bancos

A diferença entre os títulos públicos e privados é que os públicos são emitidos pelo Tesouro Nacional, enquanto os privados são emitidos por bancos e outras instituições financeiras.

Os investimentos de renda fixa privada são CDB, LCI, LCA, debêntures, RDB, CRI, CRA, entre outros. Atualmente, os CDBs e LCAs são os que permitem investimento mínimo de R$ 30,00, mas não são todas as empresasque disponibilizam esse valor mínimo.

Para encontrar uma instituição que se enquadre no valor que você quer investir, você pode pesquisar através do site do Yubb. É só colocar o valor e o período na área “Quero investir” e nosso buscador irá lhe mostrar as melhores opções.

Se você ainda não sabe do que se trata os CDBs e as LCAs vou te explicar um pouco mais sobre eles.

CDB e LCA

CDB significa Certificado de Depósito Bancário e, como o próprio nome já indica, são papéis emitidos por bancos como forma de captação de recursos.

Seguindo a mesma linha de raciocínio do Tesouro Direto, ao investir em um CDB você estará emprestando dinheiro para a instituição privada, que terá um prazo para te devolver o valor investido, com juros.

Agronegócio
Uma informação legal sobre o LCA é que é um dos poucos investimentos que possui isenção do imposto de renda (Imagem: REUTERS/Roberto Samora)

LCA significa Letra de Crédito do Agronegócio e funciona da mesma forma que o CDB, mas nesse caso, o dinheiro que você estará investindo será especificamente usado para financiar o setor agrícola.

Uma informação legal sobre o LCA é que é um dos poucos investimentos que possui isenção do imposto de renda.

Agora que você já sabe quais são os 4 tipos de investimento que permitem aplicação mínima de R$ 30,00 não tem mais desculpa para não começar a investir, né?

Se você ainda não possui conta em corretora, faça uma pesquisa (essa etapa é sempre muito importante), escolha uma corretora que te agrade, abra uma conta e comece hoje mesmo a dar os primeiros passos em direção a sua independência financeira.

Eu acredito no seu potencial. Bora lá!

Última atualização por Gustavo Kahil - 15/11/2019 - 17:43