Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Oi queima quase R$ 1 bilhão do caixa no 3º trimestre

14/11/2019 - 22:18
Oi
A administração da operadora informou que o declínio tem a ver com uma menor arrecadação da área de pós-pago (Imagem: Bloomberg)

A geração de caixa operacional da Oi (OIBR3; OIBR4) com clientes continua a encolher enquanto a tele busca uma saída para sobreviver.

De acordo com um relatório da sua recuperação judicial com números atualizados até agosto, divulgado nesta quinta-feira (14), a receita com clientes caiu 12,7% na comparação anual.

O valor passou de R$ 1,731 bilhão para R$ 1,511 bilhão. A administração da operadora informou que o declínio tem a ver com uma menor arrecadação da área de pós-pago.

Em relação a julho de 2019, a menor arrecadação também teve a contribuição do menor número de dias (de 23 para 22).

Com pagamentos no valor de R$ 1,577 bilhão e investimentos de R$ 656 milhões, a Oi terminou agosto com uma geração de caixa negativa de R$ 242 milhões (Imagem: Facebook da Oi)

Geração negativa

Os recebimentos totais da Oi no mês ficaram em R$ 1,991 bilhão, queda de R$ 378 milhões em comparação com o mês anterior.

Com pagamentos no valor de R$ 1,577 bilhão e investimentos de R$ 656 milhões, a Oi terminou agosto com uma geração de caixa negativa de R$ 242 milhões.

Com isso, o caixa final da Oi estava em R$ 3,083 bilhões no final de agosto.

Considerando que, ao final de junho, a Oi possuía R$ 4,145 bilhões, a geração de caixa no terceiro trimestre ficou negativo em R$ 953 milhões

Quase R$ 1 bi a menos

Considerando que a tele antecipou os dados sobre a posição de caixa ao final de setembro, de R$ 3,192 bilhões, a geração de caixa ficou positiva em R$ 109 milhões.

Ao final de junho, a Oi possuía R$ 4,145 bilhões em caixa. A diferença do trimestre, portanto, ficou negativo em R$ 953 milhões.

A empresa adiou a publicação total dos resultados, prevista para o último dia 13, para 2 de dezembro.

vivo Claro Tim Oi Tele
Quem leva a Oi? A vivo já disse que está interessada na unidade móvel (Imagem: Gustavo Kahil/ Money Times)

Venda

Segundo o vice-presidente de operações da rival Vivo (VIVT4), Angel Villa, a Oi já iniciou o processo para uma potencial venda de sua operação de telefonia móvel. Ele destacou, em um evento realizado na Espanha na quarta-feira (13), que a empresa irá avaliar os ativos.

Veja a íntegra do documento:

Leia mais sobre: Empresas, Oi, Telecomunicações

Última atualização por Gustavo Kahil - 15/11/2019 - 0:04