Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

O que são e para que servem as stablecoins

Leandro França de Mello - 21/02/2019 - 17:45

Você sabe o que é uma “stablecoin”? “Stablecoins” são na verdade uma criptomoeda, cujos preços estão vinculados a um ativo do mundo real, ou seja, geralmente elas estão equiparadas a moedas correntes como o dólar ou o euro. Isso é interessante, pois, as “stablecoins” podem ser consideradas garantia de reserva e funcionam em sua maioria vinculadas ao papel-moeda. Assim como o dinheiro costumava ser respaldado por reservas de ouro em um banco central, as moedas “stablecoins” apoiadas por reservas em ativos reais.
O peso na economia real e no mercado de criptoativos: Nos últimos 12 meses, o peso das “stablecoins”  duplicou, passando de um valor total de 1,4 bilhão de dólares para 3 bilhões, de acordo com um estudo publicado nesta terça pela Blockchain, provedor de contas para criptomoedas. Atualmente, as criptomoedas são pouco usadas para comprar produtos ou serviços devido a sua alta volatilidade. Mas, com a solução para esta flutuação, as “stablecoins” poderiam ampliar o uso das moedas virtuais na economia real, disse à AFP Garrick Hileman, diretor de pesquisa da Blockchain. Além disso, as “stablecoins”  facilitam a vida dos traders, permitindo encerrar as posição de outros criptoativos em uma criptomoeda de baixa exposição à volatilidade.

O princípio de uma stablecoin é muito simples,-  trata-se de um ativo digital apoiado por  ativos tradicionais, como moeda fiduciária ou ouro. Por exemplo, se uma moeda estiver atrelada ao dólar americano, então, para cada moeda emitida, US$1 é mantido em uma conta bancária. Ou, se a moeda estiver atrelada ao preço do ouro, então, para cada moeda emitida, há uma quantia fixa de ouro mantida em um cofre.

Este tipo de stablecoin é relativamente fácil de criar e entender. Mas os riscos de uma moeda tradicional garantida por ativos estão relacionados à confiança e à centralização. Para que uma stablecoin mantenha seu valor, o mercado deve acreditar que o número total de moedas emitidas é garantido 100% pelos ativos tradicionais mantidos. Isso requer confiança na organização que apóia a moeda e deixa a moeda vulnerável a fraudes perpetradas por ou contra essa organização. Além disso, o mercado precisa confiar que, no pior dos cenários, os detentores de moedas estáveis ​​podem trocar suas moedas estáveis ​​pelos ativos tradicionais.

Continua depois da publicidade

 

Invista em Bitcoin na melhor corretora do Brasil: Bitcointrade

Siga-nos no Telegram   no Instagram  no Twitter

Conheçam o portal Cryptowatch

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você