Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

NotreDame Intermédica avança com balanço; BTG eleva preço-alvo

Investing.com Brasil - 07/11/2019 - 16:12
Na visão do BTG Pactual, o momento de lucro atraente e forte potencial de crescimento sustentam a recomendação de compra do ativo (Imagem: Equipe Money Times)

Por Investing.com

A empresa do ramo de saúde NotreDame Intermédica (GNDI3) anunciou na quarta-feira que seu lucro de julho a setembro somou R$ 99,7 milhões, alta 5,9% na comparação com um ano antes. Em termos ajustados, o lucro foi de R$ 155,7 milhões, avanço ano a ano de 22,4%.

Diante disso, os papéis da companhia tinham ganhos de 0,46% a R$ 59,55, por volta das 16h12.

Na visão do BTG Pactual (BPAC11), o momento de lucro atraente e forte potencial de crescimento sustentam a recomendação de compra do ativo. Os analistas destacam que a aquisição da Clinipam e seu valor altamente estratégico para o GNDI devem superar as percepções de uma rica avaliação. Com isso, o banco deve incorporar o negócio no modelo de avaliação em breve. O preço-alvo foi elevado de R$ 59 para R$ 66.

A previsão média de analistas compilada pela Refinitv apontava para lucro de R$ 120,6 milhões no período. Não ficou claro de imediato se os números são comparáveis.

Já o resultado operacional da Notre Dame Intermédica medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 319,6 milhões, aumento de 50,2% no comparativo atual e acima da previsão média de analistas, de R$ 233,2 milhões.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

No trimestre, a receita líquida consolidada do grupo atingiu R$ 2,17 bilhões, evolução de 39,6% comparando com mesmo intervalo de 2018.

A Notre Dame, que passou a consolidar as receitas do Grupo GreenLine, do Hospital Amiu, do Grupo Mediplan e da Belo Dente, anunciou na última sexta-feira a compra da Clinipam por R$ 2,6 bilhões.

Última atualização por Diana Cheng - 07/11/2019 - 16:22