Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Nissan e Mitsubishi Motors estudam processar Ghosn

Agência Brasil - 18/01/2019 - 8:05
(Divulgação)

Os comandos das empresas Nissan e Mitsubishi Motors estudam processar o ex-presidente Carlos Ghosn, o executivo franco-brasileiro de 64 anos. As montadoras o acusam de receber compensação indevida de joint venture. Segundo as empresas, o executivo recebeu cerca de US$ 9 milhões.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

De acordo com as montadoras, o dinheiro foi pago sob um contrato assinado por Ghosn com a joint venture, sem a aprovação do conselho de administração.

Ghosn chefiou a empresa na Holanda foi membro de seu conselho junto com o presidente da Nissan, Hiroto Saikawa, e o CEO da Mitsubishi Motors, Osamu Masuko.

Continua depois da publicidade

Saikawa e Masuko disseram que desconheciam a remuneração de Ghosn e que não receberam subsídios da joint venture.

+ Veja aqui quais são as pequenas gigantes da Bolsa que podem te ajudar a transformar centavos em milhões

A Nissan e a Mitsubishi informam que consideram o pagamento ilegal e que tomarão medidas, incluindo a opção de entrar com uma ação contra Ghosn por danos.

Os promotores de Tóquio indiciam Carlos Ghosn por alegada violação agravada de confiança, bem como subnotificação de sua compensação da Nissan. O executivo nega as acusações.

Última atualização por Bruno Andrade - 18/01/2019 - 8:05