Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Neoenergia sobe após divulgação de dados de geração de energia do 2º trimestre

Investing.com Brasil - 12/07/2019 - 15:21
A companhia tem geração total de 8.167 GWh, uma reduação de 3% na base anual

Por Investing.com

A Neoenergia (NEOE3) informou que encerrou o segundo trimestre do ano com geração total de energia de 3.762 GWh, o que representa uma queda de 4,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado foi motivado pela redução de 54,9% na geração nas usinas térmicas no período. As ações da companhia são negociadas com alta de 0,56% a R$ 18,05.

Desta forma, no acumulado do ano, a companhia tem geração total de 8.167 GWh, uma reduação de 3% na base anual. A energia renovável, principal fonte, teve um total de 7.105 GWh gerados, um avanço de 12,6% na comparação com os seis primeiros meses de 2018.

No segundo trimestre, a Neoenergia contou com 3.835 GWh de capacidade instalada, sendo 3.302 GWh em renováveis (516 eólica e 2.786 hidráulica) e de 533 GWh nas térmicas.

As ações da Neoenergia estrearam na bolsa paulista no dia 1º de julho, com a oferta inicial precificada em R$ 15,65, movimentando R$ 3,26 bilhões.

Na transação, uma oferta secundária, a espanhola Iberdrola (MC:IBE) vendeu 29,7 milhões de ações, reduzindo a fatia na empresa para 50% mais um papel, de 52,5% antes; a Previ negociou 64,9 milhões de papéis e passou a ter 32,9% da companhia, ante 38,2%; e o BB Investimentos vendeu 113,4 milhões de ações, deixando de ser acionista.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A Neoenergia atua desde 1997 no Brasil e controla quatro distribuidoras de energia no país— em Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo. A empresa também tem negócios em geração, incluindo uma fatia na hidrelétrica de Belo Monte, além de presença em transmissão e comercialização.

O IPO da companhia foi o maior realizado entre empresas do setor elétrico na B3 desde ao menos 2004, segundo informações no site da bolsa.

Última atualização por Bruno Andrade - 12/07/2019 - 15:23