Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Mirae inclui Ambev, B3, BB, Maxion, Klabin e Ultrapar na carteira recomendada

Investing.com Brasil - 01/02/2019 - 13:51

Ambev

Por Investing.com – A Mirae Asset divulgou nesta sexta-feira a carteira recomendada de ações para fevereiro, com a saída da Cemig (CMIG4), e diminuição no peso de Itaú (ITUB4), Petrobras (PETR4), Rumo (RAIL3) e Usiminas (USIM5), dando assim espaço para as entradas de Ambev (ABEV3), B3, Banco do Brasil (BBAS3), Maxion, Klabin (KLBN11) e Ultrapar (UGPA3). Dessa forma, a carteira passa a ser composta por 10 ativos, todos com 10% de peso.

Acompanhe as carteiras recomendadas de fevereiro

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A carteira Meta, principal da corretora, teve alta de 9,0% em janeiro, ficando um pouco abaixo dos 10,8% do Ibovespa no mesmo período. Já na de Dividendedos, o crescimento foi de 10,8%, contra 12,5% do índice de referência. Nas Small Caps, a carteira teve ganhos de 14,9%, diante de 9,4% do índice de SmallCaps da B3.

Continua depois da publicidade

Para este mês, a Mirae espera que o desempenho do mercado financeiro global ficará novamente atrelado às negociações dos EUA x China em relação a acordos comerciais, já que o FED já deu sua mensagem de se posicionar de forma paciente em relação à política de aumentos de juros em 2019. O Brexit irá voltar ao noticiário e influenciar o humor dos investidores no velho continente.

Sobre o risco de enfraquecimento da economia mundial, vale ficar de olho nos indicadores de atividades que serão divulgados no mês de fevereiro, como os dados de indústria, serviços, inflação e mercado de trabalho nos EUA, que ocorrem já na primeira semana do mês e serão importantes balizadores para o comportamento do mercado acionário no exterior.

Na visão dos analistas, se lá fora o risco é de desaceleração, o que temos por aqui é uma situação inversa. A definição dos nomes para presidente da Câmara e Senado e a renovação política em Brasília inicia a caminhada de propostas estruturais que o novo governo espera lançar ao longo deste ano. A expectativa é que o processo da reforma previdenciária já possa entrar na pauta na segunda quinzena deste mês. Novidades sobre o processo de privatização e venda de ativos de estatais tendem a ganhar força e este movimento será importante para atrair o interesse de investidores estrangeiros.

Carteira Meta: Ambev, B3, Banco do Brasil, Maxion, Klabin, Ultrapar, Itaú, Petrobras, Rumo e Usiminas

Carteira Dividendos: ABC Brasil (ABCB4), AES Tietê (TIET11), Banrisul (BRSR6), BB Seguridade (BBSE3), Engie Brasil, Itaúsa (ITSA4), MRV (MRVE3), Sanepar (SAPR4), Taesa (TAEE11) e CETEEP.

Carteira Small Caps: CVC (CVCB3), Duratex (DTEX3), Fleury (FLRY3), Met. Gerdau (GGBR4), Romi (ROMI3), Maxion, Metal Leve (LEVE3), Randon (RAPT4), Sul América (SULA11) e Via Varejo (VVAR3).

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você