Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ministro afirma que recursos do “Minha Casa, Minha Vida” acabam em junho

Agência Câmara - 24/04/2019 - 12:00
Imóveis do Minha Casa Minha Vida
Segundo o ministro, há recursos orçamentários até o mês de outubro, mas apartir de junho não haverá ampliação do limite (Imagem: Agência Brasil)

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, declarou nesta quarta-feira (24), na Câmara dos Deputados, que o programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida só tem recursos suficientes para ir até junho. A partir de julho, para ser executado, o programa dependerá do aporte de recursos suplementares.

Cielo: CEO vê tarifas do setor caindo ainda mais nos próximos meses

O orçamento atual do Minha Casa, Minha Vida é de aproximadamente R$ 4 bilhões – um dos menores valores desde que o programa foi criado, em 2007. “Nós só temos recursos orçamentários para seguir até outubro. Mas com o contingenciamento só chegaremos até junho. A partir de junho, se não houver ampliação do nosso limite, não teremos como executar”, afirmou o ministro em audiência conjunta das comissões de Desenvolvimento Urbano.

Continua depois da publicidade

A nova onda de IPOs já chegou! Deixe o seu-email e saiba como ganhar com ela!

Segundo Canuto, já houve um aporte de R$ 800 milhões, conseguido junto à Casa Civil, para abril, maio e junho. “Foi uma liberação adicional para garantir a execução regular do programa até junho. O aporte permitirá pagar as dívidas. A partir de julho, vai depender muito desta Casa”, declarou.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você
Confira as principais notícias dos jornais desta segunda-feira