Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ministra Tereza Cristina afirmou não ter prazo para China liberar frigoríficos

06/08/2019 - 9:21
Carne
Ainda não está agendada liberação de plantas exportadoras para a China

O segundo semestre já avança e até agora não há sinais concretos a respeito da liberação de novas plantas frigoríficas brasileiras pelos chineses. A ministra Tereza Cristina, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), está esperançosa de que possa sair ainda em 2019, mas foi muita assertiva ao comentar ao Money Times que não sabe exatamente quando poderá acontecer.

Uma coisa é certa, não há prazo, deu a entender.

Tereza Cristina aproveitou para comentar que o monitoramento junto às autoridades chinesas é feito pelo Ministério de Relações Exteriores, mas que a pasta igualmente não tem falado em prazo.

Os chineses inspecionaram recentemente unidades de suínos e aves, mas a lista de 20 frigoríficos de carne bovina, entregue à China ainda na missão do Mapa há mais de dois meses àquele país ainda está à espera.

Um dos motivos que poderá protelar a vistoria dos maiores importadores dos produtos brasileiros, de acordo com a ministra, é o período de férias que muitos órgãos de lá tiram em agosto. “Aprenderam com os americanos”, disse.

Mas Tereza Cristina não quis alimentar esperança de que em setembro as 20 novas unidades de abate exportadoras estejam liberadas.

“Nós fizemos a nossa parte”, informou, se referindo à reunião de informações adicionais sobre os frigoríficos, em questionário, entre outros.

Quanto à volta dos Estados Unidos às compras, também prometida, ela comemorou ao menos a inspeção feita pelos americanos, há alguns dias, mas também anão falou em prazo.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 06/08/2019 - 9:54