Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ministério da Cidadania e Conaje anunciam programa de empreendedorismo em comunidades terapêuticas

Diana Cheng - 28/05/2019 - 15:11
O ministro da pasta Osmar Terra participou do evento oficial sobre o “Ressocializa”, iniciativa que estimula o empreendedorismo entre jovens atendidos em comunidades terapêuticas (Imagem: Divulgação/Agência Besouro de Fomento Social)

O Ministério da Cidadania e a Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) oficializaram ontem (27), durante um evento que contou com a participação do ministro Osmar Terra, a iniciativa de estimular o empreendedorismo para pessoas atendidas em comunidades terapêuticas voltadas ao tratamento de dependência química.

Com o apoio técnico da Agência Besouro de Fomento Social, o “Ressocializa” faz parte do “Programa Progredir nas Comunidades Terapêuticas”, da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred), Secretaria Nacional de Inclusão Produtiva Urbana (Senisp) e Confederação Nacional das Comunidades Terapêuticas (Confenact).

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O projeto, que será posto em prática em agosto, busca gerar oportunidades no âmbito profissional para os acolhidos, trazendo qualificação, emprego e renda a eles.

As atividades, que contam com a metodologia ByNecessity da Besouro, estão programadas para acontecer em mais de cem localidades espalhadas pelo Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

“O Ressocializa, além da reintegração do indivíduo na sociedade, é uma proposta para o enfrentamento do índice de desemprego, que atinge mais de 13 milhões de brasileiros”, defende Marcelo Quelho Filho, presidente da Conaje. “A partir da geração de renda e do empreendedorismo, é possível mudar a vida das pessoas”.

Todo o projeto está ligado ao “Brasil + Empreendedor”, que pretende qualificar cem mil jovens de 16 a 39 anos a abrirem seus próprios negócios. O programa é resultado de uma parceria realizada entre a iniciativa privada, o poder público e o terceiro setor, e promete ser a maior iniciativa de inclusão e geração de renda da história do Brasil.

Última atualização por Diana Cheng - 28/05/2019 - 17:03