Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Minério de ferro interrompe altas e fecha com leve queda de 0,15% em Dalian

12/12/2019 - 9:10
Minério de ferro Mineração Commodities
Minério de ferro recua depois de um período de altas na bolsa de Dalian (Imagem: Unsplash/@dominik_photography)

Por Investing.com

A jornada desta quinta-feira, na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, foi marcada pela leve desvalorização dos contratos futuros do minério de ferro.

O ativo com o maior volume de negócios, com vencimento para o mês de maio do próximo ano, apresentou queda de 0,15% para um total de 651,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 1 iuan, sendo que o valor de liquidação da véspera foi de 650,00 iuanes/t.

Em relação ao vergalhão de aço, a sessão teve também leve queda no papel futuro principal que está sendo transacionado na bolsa de mercadorias de Xangai, também na China.

O contrato com vencimento em maio de 2020, o de maior liquidez, cedeu 4 iuanes para 3.524 iuanes por tonelada, enquanto que o de janeiro, segundo mais negociado, somou 28 iuanes para 3.749 iuanes por tonelada.

O índice acionário de Xangai interrompeu cinco sessões de alta e fechou em baixa nesta quinta-feira, com os investidores ainda cautelosos antes da decisão dos Estados Unidos sobre se avançam com a imposição de tarifas sobre produtos da China neste fim de semana.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deve se reunir com seus principais assessores comerciais para discutir as tarifas planejadas para entrarem em vigor em 15 de dezembro sobre cerca de 160 bilhões de dólares em produtos chineses, disseram três fontes familiarizadas com os planos.

Uma decisão por ir em frente com as tarifas pode afetar os mercados financeiros e acabar com as negociações entre EUA e China para encerrar a guerra comercial durante o restante do mandato de Trump.

Última atualização por Rafael Borges - 12/12/2019 - 9:12