Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Minério de ferro avança 2,45% depois de bater a mínima em dois meses

12/11/2019 - 8:25
Minério de Ferro
Minério de ferro opera em alta nesta terça-feira após mínima em dois meses (Imagem: Bloomberg)

Por Investing.com 

Após fechar a sessão da véspera na mínima em dois meses, os contratos futuros do minério de ferro tiveram uma terça-feira de valorização na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian.

O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento em janeiro do próximo ano, avançou 2,45% para 607,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação de 14,50 iuanes em relação ao valor de liquidação da véspera, que foi de 562,50 iuanes/t.

No mesmo sentido, a jornada também foi marcada por importante ganhos no preços dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na bolsa de mercadorias de Xangai, também na China. O contrato de maior liquidez, com entrega no próximo mês de janeiro, somou 81 iuanes para 3.449 iuanes por tonelada. Já o de maio de 2020, segundo mais negociado, ganhou 53 iuanes para 3.263 iuanes por tonelada.

Os mercados de ações da China terminaram a terça-feira com ganhos, em sessão marcada pela volatilidade na espera de um discurso importante do presidente dos EUA, Donald Trump, no Economic Club de Nova York, que pode oferecer pistas sobre a probabilidade de um acordo comercial com a China. Trump abalou os mercados ao negar relatos de Washington revertendo tarifas sobre produtos chineses no fim de semana.

Novos empréstimos bancários na China caíram mais do que o esperado para o menor nível em 22 meses em outubro, embora fatores sazonais provavelmente tenham contribuído para a queda acentuada e os formuladores de políticas ainda devam aumentar o apoio.

Os reguladores chineses tentam aumentar os empréstimos bancários e reduzir os custos de financiamento há mais de um ano, mas a demanda doméstica permanece lenta à medida que o investimento e o consumo se enfraquecem, enquanto as crescentes tensões comerciais EUA-China pesam nas exportações.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Rafael Borges - 12/11/2019 - 8:25

Lucro da Cielo sucumbe à concorrência e cai pela metade em 2019