Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Mercado de fundo de pensão de US$ 440 bilhões soa alarme por passivos

Bloomberg - 07/10/2019 - 13:35
O alerta ocorre quando fundos de pensão em toda a Europa tentam gerar os retornos necessários para cobrir suas crescentes obrigações

Em 2012, o mercado de pensões melhor administrado do mundo teve de ser socorrido pelo governo dinamarquês para ajudar a controlar os crescentes passivos. Era a época das taxas de juros positivas.

Sete anos depois, com juros agora bem abaixo de zero, até o sistema de pensões da Dinamarca, de US$ 440 bilhões, diz que o mercado se tornou tão difícil que pode ser o momento de fazer mudanças nas regras europeias.

Henrik Munck, consultor sênior da associação Insurance & Pension Denmark, diz que a maneira como os passivos são calculados atualmente “pode causar uma espiral negativa”, forçando os fundos a continuarem comprando ativos de baixo risco, o que diminui os rendimentos e aumenta ainda mais o valor dos passivos.

O alerta ocorre quando fundos de pensão em toda a Europa tentam gerar os retornos necessários para cobrir suas crescentes obrigações. A rentabilidade permanece sob pressão, apesar das medidas para oferecer aos clientes produtos com baixas garantias ou inexistentes, de acordo com supervisores. Na Dinamarca, alguns fundos sobrecarregados com políticas que garantem retornos de até 4,5% tiveram que recorrer aos ativos para cumprir suas obrigações.

Para calcular os passivos, os fundos de pensão usam uma fórmula matemática complexa criada pela Autoridade Europeia dos Seguros e Pensões Complementares de Reforma (EIOPA). A fórmula visa proteger os fundos de oscilações irregulares do mercado que inflam ou ocultam artificialmente os balanços. Mas, com taxas negativas mais entrincheiradas, há sinais de que a curva EIOPA, como é chamada, possa não estar funcionando conforme o esperado.

“Quando os fundos de pensão na Europa correm risco simultaneamente, isso pode se tornar pró-cíclico: aumenta os movimentos de preços e pode resultar em mais pressão de baixa na curva de juros EIOPA, exacerbando o problema”, disse Munck.

A curva é composta por vários elementos. Sua espinha dorsal – a curva de swap de juros em euros – despencou desde sua implementação há cerca de quatro anos, aumentando o valor dos passivos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Taxas de Swap de Naufrágio

A Comissão Europeia começou a revisar o marco regulatório em torno das seguradoras – Solvência II – com o objetivo de propor melhorias até o fim do próximo ano. A Insurance Europe, uma associação do setor, está pedindo à comissão que aborde a questão da curva em suas avaliações.

Enquanto isso, os fundos de pensão têm enfrentado a situação com a compra de ativos mais arriscados. Os holandeses, que ao lado da Dinamarca estão entre os provedores de fundos de pensão com melhor desempenho do mundo segundo a Mercer, fez uma queixa ao Banco Central Europeu sobre a crise no setor.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 07/10/2019 - 13:45