Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Mercado de café registra poucas vendas no Brasil em outubro, diz Cepea

22/10/2019 - 19:01
Café
Com produtores afastados do mercado, o volume total comercializado da safra 2019/20 segue baixo em outubro, tendo pouca variação em relação ao mês anterior, disse o Cepea (Imagem:Valter Campanato/Agência Brasil)

As negociações envolvendo o café arábica no mercado brasileiro tiveram lentidão em outubro, reflexo da forte retração vendedora, em meio a preocupações quanto ao clima no país para a próxima safra, avaliou nesta terça-feira o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Após a abertura das floradas em meados de setembro, muitos cafeicultores se mostraram apreensivos com as altas temperaturas e poucas chuvas registradas nas semanas seguintes, disse o centro de estudos da Esalq/USP em relatório.

“Nas regiões da Mogiana (SP), Zona da Mata (MG), Sul e Cerrado Mineiro, mais precipitações são essenciais para o pegamento das flores”, ressaltou a análise do Cepea.

As floradas determinarão o tamanho da próxima safra, que será a de alta do ciclo bianual do arábica no Brasil, maior produtor e exportador global.

“A continuidade das precipitações, entretanto, ainda é necessária para o bom desenvolvimento dos chumbinhos (de café).”

Com produtores afastados do mercado, o volume total comercializado da safra 2019/20 segue baixo em outubro, tendo pouca variação em relação ao mês anterior, disse o Cepea.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Na Zona da Mata, cerca de 50% a 65% dos grãos também já foram adquiridos, acrescentou o órgão, que apontou a comercialização entre 40% e 60% do total da safra 2019/20 na Mogiana, Sul e Cerrado Mineiro.

Na área de café robusta, produtores também estão atentos ao clima. A maior parte das flores da safra 2020/21 já teve o pegamento no Espírito Santo e em Rondônia e, agora, os cafezais estão em fase de desenvolvimento do chumbinho.

Com produtores afastados do mercado, o volume comercializado de robusta em outubro não apresentou variação em relação a setembro.

No Espírito Santo, segundo o Cepea, a quantidade de café da safra 2019/20 vendida até o dia 18 deste mês segue entre 40% e 55% do total. Em Rondônia, entre 70% e 80% foi negociado.

Leia mais sobre: Agronegócio, Café, Cepea, Reuters, safras

Última atualização por Renan Dantas - 22/10/2019 - 19:01