Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Maia: É preciso discutir monopólio da Caixa sobre FGTS

Agência Câmara - 08/10/2019 - 12:31
Caixa
Maia disse que a Caixa Econômica remunera mal os recursos do FGTS, o que acaba prejudicando o trabalhador, que tem taxas baixas de retorno e alta taxa de administração (Imagem: REUTERS/Pilar Olivares)

O presidente da Câmara dos DeputadosRodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje que é preciso abrir o debate sobre o fim do monopólio da Caixa Econômica Federal sobre os recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O tema está sendo discutido pela comissão especial que analisa a Medida Provisória 889/19, que trata sobre regras de saque dos recursos.

O relator, deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), teria antecipado a decisão de rever o monopólio em seu relatório, que deve ser lido nesta semana. O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que, se o Congresso aprovar a mudança, ele deve vetá-la.

Maia disse que a Caixa Econômica remunera mal os recursos do FGTS, o que acaba prejudicando o trabalhador, que tem taxas baixas de retorno e alta taxa de administração.

“O dinheiro do FGTS tem de ser administrado de forma que dê a maior rentabilidade possível para o trabalhador. Então o que nós queremos discutir é se monopólio da Caixa vem gerando prejuízo ao trabalhador”, explicou.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Na avaliação de Maia, a Caixa tem dado prejuízos na remuneração do FGTS há pelo menos 12 anos. “Se a gente quer beneficiar o trabalhador, ou vamos quebrar o monopólio, ou a Caixa precisa se adequar ao mundo real”, afirmou.

Sobre o possível veto presidencial, Maia disse que ele faz parte do ciclo democrático. “Não há problema o governo ter divergências com Parlamento. Isso é da democracia”, disse.

Última atualização por Vitória Fernandes - 08/10/2019 - 12:31