Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Lucro do Iguatemi tem queda de 0,8% no trimestre e fecha em R$ 60,1 milhões

Vitória Fernandes - 06/08/2019 - 19:22
A receita líquida registrou alta de 7,2% e finalizou o trimestre com R$ 186 milhões ante os R$ 175 milhões acumulados em 2018 (Imagem: Reprodução/Redes Sociais)

O lucro líquido do Iguatemi (IGTA3) encerrou o segundo trimestre do ano com queda de 0,8%, fechando em R$ 60,1 milhões acumulados entre abril e junho de 2019, de acordo com o relatório de demonstrações financeiras divulgado pela empresa nesta terça-feira (6) com base na norma IFRS.

A receita líquida registrou alta de 7,2% e finalizou o trimestre com R$ 186 milhões ante os R$ 175 milhões acumulados em 2018.

O Ebitda, valor que mede a geração operacional de caixa da companhia, passou de R$ 132 milhões para R$ 137 milhões neste trimestre, alta de 3,9%. A margem Ebitda ficou em 73,4%.

Semestre

No primeiro semestre do ano, o Iguatemi registrou queda de 2,6% em seu lucro líquido e ficou com R$ 115 milhões acumulados.

A receita líquida, por sua vez, teve alta de 5% e finalizou o período com R$ 360 milhões ante os R$ 343 milhões do primeiro semestre de 2018.

O Ebitda também subiu 3,4%, totalizando R$ 267 milhões. A margem Ebitda ficou em 74,1% no período.

Vendas

As vendas das mesmas lojas (SSS) finalizou o trimestre com alta de 6,9%, revertendo a queda registrada em 2018 de 1,9%. Em relação ao semestre, o percentual foi positivo em 5,1%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Totalizando R$ 3,5 bilhões, as vendas totais do trimestre obtiveram alta de 7,9%. No semestre, o montante ficou em R$ 6,6 bilhões, subindo 6,7%.

“Nossa disciplina em focar em empreendimentos de alta qualidade e em um público de maior poder aquisitivo nos permitiu ao longo da crise atrair novos varejistas e atualizar de forma considerável o mix de nossos empreendimentos”, afirmou a empresa sobre o desempenho.

Confira o documento na íntegra:

Última atualização por Diana Cheng - 06/08/2019 - 19:22