Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Lucro das empresas abertas cresce 9,4% em 2016; bancos concentram os maiores ganhos

Arena do Pavini - 30/03/2017 - 20:28

bovespa

Por Ângelo Pavini, da Arena do Pavini

As 295 empresas brasileiras de capital aberto brasileiras registraram R$ 98 bilhões de lucro líquido no ano de 2016, valor 9,4% superior ao de 2015, quando lucraram R$ 89,6 bilhões. O estudo foi feito pela Economatica e não leva em conta os resultados de Petrobras, Vale, Eletrobrás e Banco do Brasil (BB), pois eles distorceriam a amostra.

Dos 26 setores monitorados pela Economatica, 11 registram queda de lucratividade entre 2016 e 2015. Seis setores registram prejuízo em 2016. No ano de 2015 tínhamos sete setores com prejuízo.

Continua depois da publicidade

Já o maior prejuízo do levantamento é da construtora PDG Realty, de R$ 5,3 bilhões no ano passado. Se retirada do estudo, o lucro das 294 empresas restantes em 2016 seria de R$ 103,3 bilhões, 11,87% maior que os R$ 92,3 bilhões em 2015.

O setor que registra o maior lucro de 2016 é o de Bancos, que com 23 instituições concentra R$ 48,5 bilhões no ano. O valor de 2016, porém, ficou R$ 7,44 bilhões abaixo dos R$ 56,0 bilhões no ano de 2015, uma queda de 13,3%, reflexo da retração da economia e das operações de crédito.

economatica

O setor com pior desempenho é o de construção, que, com 18 empresas, registrou prejuízo de R$ 7,8 bilhões no ano de 2016, resultado do setor pesadamente afetado pelo resultado da PDG. No ano de 2015 o setor registrou prejuízo de R$ 1,7 bilhões. A mesma análise do setor sem a PDG registra em 2016 prejuízo de R$ 2,5 bilhões, contra R$ 1,06 bilhões de lucro no ano de 2015.

Estatais separadas

A tabela da Economatica destaca de forma separada os resultados da Petrobras, Eletrobrás, Banco do Brasil e Vale, tendo em vista que eles distorcem o resultado consolidado das empresas listadas em bolsa. No ano de 2015 as quatro empresas registram prejuízo de R$ 79,0 bilhões contra lucro de R$ 9,9 bilhões em 2016. Em 2016 somente a Petrobras registra prejuízo.

As mais lucrativas são bancos

O setor de bancos tem seis empresas entre os 20 maiores lucros, seguido pelos setores de Energia Elétrica e Papel e Celulose com três empresas cada. O ItauUnibanco e Bradesco encabeçam a lista das empresas mais lucrativas, porém com queda nos seus resultados de 2016 com relação ao ano de 2015.

economatica

Os maiores prejuízos são construtoras

Entre as 20 empresas com maiores prejuízos no ano de 2016 encontramos seis empresa do setor de construção, seguidas por três empresas do setor de comércio. Das 20 empresas da lista somente seis registram lucro no ano de 2015, o que equivale a dizer que 14 registram prejuízo também no ano de 2015.

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:06