Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Lucro da Sonae Sierra cai 46% no segundo trimestre

Vitória Fernandes - 30/07/2019 - 18:58
A receita líquida, por sua vez, cresceu 11,2% fechando em R$ 80,1 milhões ante os R$ 72,1 milhões analisados entre abril e junho de 2018 (Imagem: Divulgação)

A Sonae Sierra (SSBR3) encerrou o segundo trimestre de 2019 com queda de 46% no lucro líquido consolidado em comparação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o balanço divulgado nesta terça-feira (30), os valores ficaram em R$ 51,8 milhões ante os R$ 96,1 registrados anteriormente.

A receita líquida, por sua vez, cresceu 11,2% fechando em R$ 80,1 milhões ante os R$ 72,1 milhões analisados entre abril e junho de 2018.

“O sólido desempenho operacional de nossos shoppings nos levou a um resultado financeiro elevado no segundo trimestre de 2019. A receita líquida superou a marca de R$ 80 milhões, a maior já registrada num segundo trimestre, 11,2% superior ao 2T18, resultado do forte aumento das receitas de aluguel e estacionamento, da contínua redução de descontos temporários e da aquisição de uma participação adicional de 30% no Plaza Sul Shopping”, afirmou a empresa.

O Ebitda, que representa o resultado operacional da companhia, atingiu R$ 57,4 milhões em comparação os R$ 50,2 milhões do período anterior, crescimento de 14,2%. A Margem Ebitda foi de 71,6%.

As Vendas Mesmas Lojas (SSS), referente aos estabelecimentos abertos há mais de 12 meses, terminou o segundo trimestre com aumento de 8,4% sobre o mesmo período de 2018. Pensando no semestre, o crescimento foi de 5,4%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“O indicador de vendas nas mesmas lojas acompanhou a tendência das vendas totais e fechou o segundo trimestre de 2019 com crescimento de 8,4%. Enquanto os aluguéis nas mesmas lojas apresentaram um crescimento ainda maior, de 10,1%, impulsionado pela robusta receita de aluguel variável e menores descontos temporários”, disse a Sonae Sierra.

De acordo com a empresa, “Vale ressaltar que a comparação com o segundo trimestre de 2018 foi beneficiada pelos eventos que afetaram negativamente as vendas dos lojistas em maio e junho, nomeadamente a greve dos caminhoneiros e a Copa do Mundo da FIFA. No entanto, os lojistas em nossos shoppings tiveram um desempenho geral notável no trimestre”.

Confira o documento na íntegra:

Última atualização por Gustavo Kahil - 30/07/2019 - 18:58