Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Light vende fatia de 17% na Renova Energia ao fundo CG I por R$ 1

Reuters - 14/10/2019 - 8:19
A Light disse no comunicado que a transação envolvendo as ações da Renova estão em linha com a estratégia de desinvestimento de ativos non-core (Imagem: REUTERS/Ueslei Marcelino)

A elétrica Light (LIGT3) celebrou contrato para venda da totalidade de suas ações na Renova Energia (RNEW4), equivalentes a 17,17% do capital social da companhia, ao fundo de investimento CG I, por valor simbólico de 1 real, segundo comunicado da empresa nesta segunda-feira.

O CG ainda se comprometeu a vender parte das ações objeto da operação, sujeita a condições precedentes, à Cemig GT, da Cemig (CMIG4) , acionista da Light, “caso essa última exerça seu direito de preferência”, acrescentou a elétrica.

O anúncio da operação acontece após o fracasso na semana passada de uma tentativa da Renova de vender seu parque eólico Alto Sertão III à AES Tietê, que disse na quarta-feira não ter chegado a um acordo para compra do ativo.

A Light disse no comunicado que a transação envolvendo as ações da Renova “estão em linha com a estratégia de desinvestimento de ativos non-core” e em sua intenção de focar na melhoria operacional de suas operações de distribuição.

A empresa ainda celebrou termo de cessão pelo qual sua unidade de comercialização de energia Lightcom celebrou termo pelo qual cedeu todos seus créditos em face da Renova ao fundo CG.

Segundo a Light, o fechamento da transação está sujeito a condições que incluem notificações ao BNDESPar, acionista da Renova, quanto ao direito de tag along total e direto e à Cemig GT, também acionista da empresa renovável, quanto ao direito de preferência e de venda conjunta.

O fundo CG 1 reúne participações dos fundadores da Renova, Ricardo Lopes Delneri e Renato do Amaral, em empresas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Lucas Simões - 14/10/2019 - 8:29