Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

JPMorgan vê retornos abaixo da média em 2020 mesmo com retomada

02/12/2019 - 17:17
JP Morgan
Os títulos de dívidas de mercados desenvolvidos, como esperado, serão lanterninhas: o JPMorgan projeta perdas na faixa de um dígito

Estrategistas do JPMorgan Chase avaliam que a recuperação econômica global esperada para 2020 deve gerar retornos medíocres em renda fixa, câmbio e commodity, ou FICC na sigla em inglês.

. Mais surpreendente pode ser a perda de um dígito em commodities.

Os investidores poderão conseguir ganhos em outros segmentos, mas não na mesma extensão normalmente registrada em períodos de recuperação econômica, diz o banco.

Títulos com grau de investimento – onde os prêmios já são baixos – devem mostrar ganhos de um dígito, enquanto dívida de alto rendimento dos EUA e de mercados emergentes deve registrar ganho entre um dígito médio e um dígito alto, de acordo com o JPMorgan.

Os ativos defensivos apresentaram retornos abaixo da média ou negativos, enquanto os cíclicos, como crédito, mercados emergentes e commodities, registraram desempenho acima da média (imagem: shutterstock)

“Este não é o tipo de espectro de retorno que a maioria esperaria em um momento decisivo da economia global”, disseram estrategistas do JPMorgan como John Normand, Mislav Matejka e Dubravko Lakos-Bujas, em nota na sexta-feira. “A causa é um ambiente macro e político incomum combinado com altos valuations na maioria dos FICC.”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Quando o crescimento global melhorou após uma desaceleração de meio de ciclo no passado – como em 1995, 1999, 2012 e 2016 -, os ativos defensivos apresentaram retornos abaixo da média ou negativos, enquanto os cíclicos, como crédito, mercados emergentes e commodities, registraram desempenho acima da média, segundo a análise do JPMorgan.

“Mesmo que os setores mais cíclicos de FICC tivessem desempenho superior a títulos e dinheiro no próximo ano, não haveria muito precedente para que todo o espectro de FICC registrasse retornos menores do que sua média histórica”, escreveu a equipe.

Última atualização por Renan Dantas - 02/12/2019 - 17:19