Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

J&F vende Eldorado para holandesa Paper Excellence por R$ 15 bilhões

02/09/2017 - 13:39

Eldorado

A J&F Investimentos anunciou neste sábado a venda da Eldorado Brasil Celulose para o grupo holandês Paper Excellence por R$ 15 bilhões, mostra um comunicado enviado ao mercado pela brasileira.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

Segundo a nota, o contrato será assinado pela CA Investment, que é a representante da Paper Excellence no Brasil. O valor ainda será ajustado de acordo com capital de giro e dívida líquida.

“Conforme informado por sua controladora, a Operação observará os direitos da Fundação Petrobrás de Seguridade Social – Petros e da Fundação dos Economiários Federais – Funcef previstos no Acordo de Quotistas do Florestal Fundo de Investimentos em Participações Multiestratégia, acionista da Companhia, bem como os direitos do Florestal Fundo de Investimentos em Participações Multiestratégia previstos no Acordo de Acionistas da Companhia, e sua conclusão está sujeita a condições precedentes comuns em tal tipo de operação”, mostra o documento assinado por José Carlos Grubisich Filho, Diretor de Relações com Investidores.

A Paper Excellence é um dos maiores players no ramo de celulose do mundo, diz o comunicado. “Com operações industriais no Canadá e na França, a Paper Excellence possui capacidade anual de produção de cerca de 2,3 milhões de toneladas de celulose. A administração da Companhia manterá o mercado informado sobre o andamento da Operação”, completa.

O nome do grupo holandês surgiu nos últimos dias após a saída de cena da indonesa Asia Pulp and Paper (APP). No último dia 30, o jornal Valor indicava o interesse da Paper Excellence, que produz para as fábricas da APP.

Controladora de grupos como os frigoríficos da empresa JBS, a holding J&F Investimentos teve seu acordo de leniência homologado pelo Ministério Público Federal (MPF), no qual terá que pagar R$ 10 bilhões de multa pelo esquema de corrupção envolvendo o pagamento de propina a agentes públicos. Desde que a delação premiada de executivos da companhia veio à tona, o grupo está se desfazendo de empresas no Brasil e no exterior, como as filiais que operam no mercado de carnes em países sul-americanos .

Em julho do ano passado, a Eldorado foi alvo da operação Sépsis, um dos braços da Lava Jato. Na ocasião, os policiais federais vasculharam o escritório da empresa na Marginal Tietê, em São Paulo. De acordo com os investigadores do MPF, a empresa FIP Florestal obteve investimentos ilicitamente antes de se fundir com a Eldorado, cujos sócios majoritários passaram a obter financiamentos e empréstimos na Caixa Econômica Federal.

(Com Agência Brasil)

Última atualização por - 05/11/2017 - 13:57