Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

JBS continua suculenta para mercado (e você ainda pode aproveitar)

14/11/2019 - 11:43
Carne para churrasco da JBS
Água na boca: geração de caixa da JBS agradou os analistas, que reforçaram recomendações (Pixabay)

Os analistas são só elogios para a JBS (JBSS3) nos relatórios divulgados nesta quinta-feira (14), com base no balanço do terceiro trimestre. O que mais agradou foi o ebitda (que mede a geração de caixa da companhia) recorde de R$ 5,9 bilhões, acima da expectativa do mercado.

O BTG Pactual destaca, ainda, a margem de ebitda de 11,3%, que também superou as estimativas. A JBS também impressionou em outro quesito: o fluxo livre de caixa (FCF), que alcançou R$ 3,7 bilhões. Segundo o banco, isso corresponde a uma taxa anualizada de 21%, favorecida pela queda do nível de endividamento.

Para a Guide Investimentos, “o resultado da JBS reflete o momento favorável para o setor proteínas no mercado global, com preços em patamares elevados e oferta de proteína abundante nos mercados produtores. A JBS segue como a principal companhia para capturar os efeitos da gripe suína africana e esperamos uma continuidade nos resultados positivos para os próximos trimestres. Seguimos com recomendação de compra para os ativos.”

Já a XP Investimentos aproveitou a divulgação de resultados para reforçar sua recomendação de compra dos papéis, com destaque para a contribuição da Seara e do segmento de carne suína nos Estados Unidos para a geração de caixa, medida pelo ebitda.

Ponto de entrada

Segundo o BTG Pactual, ainda dá para aproveitar o bom momento da JBS. “O desempenho abaixo da média (underperformance), nas semanas anteriores, poderia também significar um convincente ponto de entrada, assim como a mitigação de risco (de-risking) também significa que o longo desconto pelo qual as ações da JBS são negociadas em relação aos pares continuará a se reduzir, com base em novas desalavancagens do balanço e uma gestão mais profissionalizada”.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Por volta das 11h25, as ações da JBS eram negociadas por R$ 26,89, uma queda de 0,89%. No mesmo instante, o Ibovespa, principal indicador da bolsa, operava em alta de 0,30%, marcando 106.378 pontos.

Última atualização por Márcio Juliboni - 14/11/2019 - 11:43