Últimas Notícias Imóveis Carteiras recomendadas Comprar ou vender Finanças Pessoais Cripto Economia
Cotações por TradingView

Comprar ou vender?

Itaú BBA ajusta carteiras na busca de “pechinchas” após queda da Bolsa

Gustavo Kahil - 16/11/2017 - 9:59

O Itaú BBA realizou duas trocas de ações em sua carteira recomendada Brazil Buy List e Top 5, mostram análises enviadas a clientes nesta quinta-feira (16).

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

O banco avalia que algumas ações tiveram uma queda exagerada no movimento de correção iniciado este mês, o que abriu um ponto de entrada atrativo.

“Com base nisso, buscamos ações que sofreram mais com a queda do Ibovespa e podem ao nosso ver apresentar uma valorização mais rápida no cenário de recuperação do Índice”, aponta a análise.

Segundo o documento, as ações do Bradesco (BBDC4) e Minerva (BEEF3) saíram da carteira Brazil Buy List para dar espaço aos papéis do Banco do Brasil (BBAS3) e Camil (CAML3).

A equipe de análise agora coloca o BB como o top pick no setor bancário brasileiro e com um ponto de entrada no valor atual.

Agora, o portfólio é composto por: Banco do Brasil (BBAS3), BRF (BRFS3), Camil (CAML3), Cosan (CSAN3), Gerdau (GGBR4), Lojas Americanas (LAME4), Petrobras (PETR4), Smiles (SMLE3) e Vale (VALE3).

Top 5

O portfólio Top 5 marcou a saída das ações da Minerva (BEEF3) e MRV (MRVE3). O Itaú BBA afirma que continua otimista com ambas, porém preferiu retirá-las agora após as quedas recentes. “Durante esse movimento de realização do Ibovespa, acreditamos que as quedas de BBAS3 (-16,8%) e GGBR4 (-10,2%) tornaram o valuation mais atrativo das ações”, avalia.

O Banco do Brasil, diz o banco, negocia abaixo do valor patrimonial (0.97 vez) com um múltiplo P/L (preço/lucro) de 7.4x em 2018. “Vale notar que o ROAE (Retorno sobre o Patrimônio Líquido) implícito é de 13,4%, bem abaixo da rentabilidade de longo prazo que projetamos para a companhia”, destaca o documento.

Para justificar a entrada da Gerdau, o Itaú BBA ressalta que o resultado do terceiro trimestre mostrou sinais sinais de recuperação no Brasil e os fortes resultados nas divisões de aços especiais e na América Latina. “Outro ponto de destaque, foi a queda da alavancagem para 3,4x Dívida líquida/ EBITDA”, explicam. A Gerdau é a preferência entre as siderúrgicas listadas e o valuation está atrativo nesses níveis de preço.

O restante do portfólio é composto por Cosan(CSAN3), Lojas Americanas (LAME4) e Vale (VALE3).

Últimas Notícias