Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Iochpe Maxion retorna ao lucro com forte demanda de veículos no Nafta

Gustavo Kahil - 09/05/2019 - 10:36
Iochpe-Maxion
A receita operacional líquida consolidada alcançou R$ 2,468 bilhões, um crescimento de 15,1%

O lucro líquido da Iochpe-Maxion (MYPK3) ficou em R$ 63,1 milhões no primeiro trimestre de 2019, uma melhora em relação ao prejuízo líquido de R$ 13 milhões no primeiro trimestre de 2018, informou a empresa por meio de um comunicado enviado ao mercado.

O resultado foi impactado de forma positiva por uma transferência de ativos de propriedade intelectual entre empresas controladas da companhia para fins fiscais e gerou o reconhecimento de um valor positivo de R$ 63,2 milhões na linha do imposto de renda e contribuição social, que terá como contrapartida o dispêndio do mesmo
montante, pela amortização de tais ativos, ao longo de 15 anos.

“O intuito desta transferência é atribuir a titularidade de tais ativos à controlada que desenvolverá as atividades funcionais e concentrará os custos de desenvolvimento e de manutenção desses referidos ativos”, explica a empresa.

Desconsiderando os efeitos da transferência de ativos de propriedade intelectual, e a antecipação dos custos relacionados à renegociação de dívida da Companhia, o lucro líquido teria sido de R$ 22,5 milhões.

A receita operacional líquida consolidada alcançou R$ 2,468 bilhões, um crescimento de 15,1%. Os números foram impactados pelo crescimento da produção de veículos comerciais no NAFTA e do volume de rodas de alumínio naquele mercado, por conta do aumento de capacidade realizado na planta de Chihuahua no México.

O Ebitda atingiu R$ 242,6 milhões, um avanço de 6,8%.

Veja a íntegra dos resultados:

Última atualização por Gustavo Kahil - 09/05/2019 - 10:36