Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Índices europeus sobem após salto da L’Oréal compensar resultados decepcionantes de bancos

30/10/2019 - 15:02
Europa União Europeia Bandeiras
O maior impulso para o setor partiu da alta de 7,6% das ações da L’Oréal, depois que o a proprietária da Lancôme superou as previsões trimestrais de receita (Imagem: Reuters/Yves Herman)

Os índices acionários europeus encerraram em alta nesta quarta-feira, impulsionados pelos resultados favoráveis da L’Oréal que desafiaram os temores de desaceleração chinesa, embora os resultados fracos de alguns dos maiores bancos do bloco, como o Deutsche Bank e o Santander, tenham limitado os ganhos.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,16%, a 1.564 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,08%, a 399 pontos, com um salto de 1,5% no setor de produtos pessoais e domésticos.

O maior impulso para o setor partiu da alta de 7,6% das ações da L’Oréal, depois que o a proprietária da Lancôme superou as previsões trimestrais de receita, auxiliada pela forte demanda em toda a Ásia e principalmente na China continental.

As expectativas estavam baixas na temporada europeia de balanços corporativos e, após três semanas de divulgações, o quadro geral se mostrou melhor do que o esperado, com a maioria das empresas superando modestamente as estimativas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Os resultados decepcionantes de alguns dos principais bancos da Europa levou a queda de 1,9% no setor bancário, registrando o maior declínio entre os principais subsetores.

O Deutsche Bank caiu 8% depois de reportar perdas pelo segundo trimestre consecutivo devido aos custos de sua ampla reestruturação global. O banco também pressionou as ações de Frankfurt, que caíram 0,2%.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,34%, a 7.330 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,23%, a 12.910 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,45%, a 5.765 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,15%, a 22.646 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,23%, a 9.284 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,52%, a 5.111 pontos.

Última atualização por Diana Cheng - 30/10/2019 - 15:02