Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Inadimplência do consumidor cai 1,9% em junho, mostra Boa Vista

Diana Cheng - 12/07/2019 - 13:41
Na comparação anual (junho de 2018 e junho de 2019), o recuo foi de 2%, enquanto que nos últimos 12 meses a inadimplência caiu 3%

A inadimplência do consumidor registrou queda de 1,9% em junho ante o mês anterior, segundo mostra os dados nacionais dessazonalizados da Boa Vista. Na comparação anual (junho de 2018 e junho de 2019), o recuo foi de 2%, enquanto que nos últimos 12 meses a inadimplência caiu 3%.

Para a Boa Vista, a contínua trajetória de queda da inadimplência desde 2016 vem por conta do aumento da cautela das famílias e pelo caráter seletivo dos bancos em conceder empréstimos nos períodos mais acentuados da crise.

“Com isto, a inadimplência dos consumidores atingiu um patamar historicamente baixo, o que proporcionou a redução dos juros e motivou o aumento das concessões a partir de 2017”, explica a Boa Vista.

Economistas da empresa de informações de crédito, por outro lado, chamam a atenção para o elevado nível de desocupação e subutilização da mão-de-obra, que podem trazer de volta o risco de que a expansão recente dos empréstimos resulte em maior inadimplência.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Esse, no entanto, não é o cenário apresentado pela economia brasileira. Com o andamento da reforma da Previdência e o Cadastro Positivo em vigor, a Boa Vista acredita que o mercado de crédito irá se beneficiar nos próximos meses.

“Apesar da inadimplência baixa e do avanço em medidas estruturais, contudo, uma retomada mais vigorosa do crédito aos consumidores, sem aumento dos riscos, segue condicionada às condições do mercado de trabalho e ao endividamento das famílias”, ressalta a Boa Vista.

Regiões

No acumulado dos últimos 12 meses, todas as regiões tiveram queda no nível de inadimplência do consumidor, tendo o Centro-Oeste como a área de maior destaque, registrando recuo de 4,6%.

Na análise mensal, só a região Sudeste apresentou alta, de 0,7%.

Última atualização por Diana Cheng - 12/07/2019 - 13:41