Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Ibovespa futuro retoma negociações após feriado com alta; dólar estável

21/11/2019 - 9:45
Guerra Comercial EUA China Xi Jiping Donald Trump
Mercado atento aos desdobramentos das negociações sino-americanas (Imagem: Reuters/Kevin Lamarque)

Por Investing.com

A jornada desta quinta-feira começa com perdas de 0,23% aos 105.855 pontos, com o dólar somando 0,20% a R$ 4,2043. Entretanto, às 09h17 o índice virou e passou a subir 0,26% a 106.300 pontos, com o dólar com leve alta de 0,03% a R$ 4,1968.

Após o feriado da véspera em São Paulo, o dia deve iniciar com um ajuste por conta do dia sem negócios no mercado interno.

As atenções seguem voltadas para a cena externa, com os investidores atentos às negociações entre Estados Unidos e China. Por aqui, a expectativa segue para o avanço das reformas antes o início do recesso de final de ano do Congresso Nacional.

Cenário Interno

Câmbio

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reafirmou nesta quarta-feira que o importante para a autoridade monetária, em relação ao movimento do dólar frente ao real, é como o canal de inflação é afetado.

Em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, ele afirmou que é somente nesse tipo de situação que o BC tem que agir — e por meio dos juros básicos, e não de intervenções cambiais.

Dólar Câmbio
O importante para gente é como o câmbio alimenta o canal de inflação (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

“O importante para gente é como o câmbio alimenta o canal de inflação. E eu disse que o importante é ver se esse movimento de câmbio está fazendo que a expectativa de inflação, na frente, seja elevada, porque isso acaba contaminando a curva de expectativa da inflação e, se isso estiver acontecendo, obviamente temos que agir, e me referi ao juros e não ao câmbio”, disse.

Reforma da Previdência

O plenário do Senado concluiu a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Paralela, alternativa criada por parlamentares para promover mudanças na reforma da Previdência —como possibilidade de Estados e municípios adotarem as novas regras de aposentadoria—, sem alterar a proposta principal sobre o tema, o que atrasaria sua tramitação.

O acordo fechado entre os senadores permitiu a quebra dos intervalos exigidos entre as duas rodadas de votação. Os senadores analisaram emendas pendentes do primeiro turno e já emendaram no segundo turno na noite desta terça-feira.

Em sessão iniciada com um processo de obstrução —resolvido com o acordo—, o plenário do Senado rejeitou emendas à PEC.

Cenário Externo

China e EUA

A China convidou os principais negociadores comerciais dos Estados Unidos para uma nova rodada de negociações presenciais em Pequim em meio aos esforços para fechar ao menos um acordo parcial, informou nesta quinta-feira o Wall Street Journal, citando fontes não identificadas.

A matéria diz que o vice-premiê chinês, Liu He, convidou o representante do Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, para uma reunião em Pequim, acrescentando que a China espera que a rodada de negociações possa acontecer antes do feriado de Ação de Graças nos EUA, na próxima quinta-feira.

EUA China
Autoridades dos EUA indicaram que estão dispostos a se reunir pessoalmente (Imagem: Reuters/Damir Sagolj)

Autoridades dos EUA indicaram que estão dispostos a se reunir pessoalmente, mas não se comprometeram com uma data, segundo a reportagem.

Entretanto, os negociadores estariam relutantes em viajar a menos que a China deixe claro que irá se comprometer em relação às questões de proteção da propriedade intelectual, transferência forçada de tecnologia e compras agrícolas, disse a matéria.

OCDE

A economia global está crescendo no ritmo mais lento desde a crise financeira conforme os governos deixam para os bancos centrais a tarefa de reanimar o investimento, disse a OCDE nesta quinta-feira em uma atualização de suas estimativas.

A economia mundial deve crescer 2,9% este ano e no próximo, mínima de uma década, disse a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em sua Perspectiva Econômica, reduzindo a estimativa para 2020 de 3,0% em setembro.

Oferecendo um pequeno consolo, a estimativa é de uma expansão de 3,0% em 2021, mas só se uma série de riscos que vão de guerras comerciais a uma acentuada desaceleração chinesa sejam contidos.

Ata do Fed

Um Federal Reserve crescentemente dividido que decidiu dar uma pausa em seu ciclo de afrouxamento monetário após cortar a taxa de juros em outubro deu poucas indicações sobre o que pode levar os formuladores de política a mudar de opinião sobre as perspectivas, mostrou a ata da última reunião divulgada nesta quarta-feira.

Após cortar a taxa de juros em outubro, Fed deu poucas indicações sobre o que pode levar os formuladores de política a mudar de opinião sobre as perspectivas(Imagem: Reuters/Leah Millis)

O texto sobre a última discussão sobre a política monetária dos EUA, em 29-30 de outubro, quando o Fed votou por 8 a 2 para reduzir a taxa de juros em 0,25 ponto percentual, também mostrou que as autoridades discutiram mais a possibilidade de estabelecer um mecanismo permanente de compromissadas após distúrbios recentes nos mercados de moeda de curto prazo.

“A maioria dos participantes avaliou que a posição da política, após uma redução de 25 pontos básicos nesta reunião, seria bem calibrada para sustentar a perspectiva de crescimento moderado, um mercado de trabalho forte e inflação próxima à meta do comitê de 2%”, afirmou o Fed na ata.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,48%, a 23.038 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,57%, a 26.466 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,25%, a 2.903 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,47%, a 3.889 pontos.

A quinta-feira dá sinais negativos nos principais mercados de ações da Europa. Em Frankfurt, o DAX tem queda de 0,23% aos 13.126 pontos, enquanto que em Londres, o FTSE cede 0,62% aos 7.216 pontos. Já em Paris, o CAC tem perdas de 0,33% ais 5.873 pontos.

COMMODITIES

Mais uma vez, os contratos futuros do minério de ferro tiveram uma sessão de valorização, na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, onde são transacionados.

O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento para janeiro do próximo ano, somou 0,71% para um total de 641,50 iuanes por tonelada, o que representa um ganho de 4,50 iuanes em relação ao valor de liquidação da véspera, que foi de 637,00 iuanes/t.

Minério de Ferro
O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento para janeiro do próximo ano, somou 0,71% para um total de 641,50 iuanes por tonelada (Imagem: Bloomberg)

Em sentido oposto, a quinta-feira foi negativa no caso dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são negociados na bolsa de mercadorias de Xangai, também na China.

Desta forma, o contrato mais líquido, com entrega para janeiro de 2020, retrocedeu em 41 iuanes para um total de 3.619 iuanes por tonelada. O de maio do mesmo ano, segundo em volume, perdeu 23 iuanes para 3.336 iuanes/t.

No caso do petróleo, o dia também é de queda dos preços dos principais ativos do produto. Em Londres, o barril do tipo Brent cai 0,37%, ou US$ 0,23, a US$ 62,17. Já em Nova York, o WTI recua 0,30%, ou US$ 0,17, a US$ 56,84.

MERCADO CORPORATIVO

Braskem

O ex-presidente da Braskem José Carlos Grubisich foi preso nesta quarta-feira em Nova York por acusações de ter participado de um esquema para pagar milhões de dólares em subornos para garantir contratos governamentais.

Grubisich foi acusado pelo tribunal federal do Brooklyn de conspiração para violar uma lei de corrupção estrangeira dos EUA e por conspiração para lavagem de dinheiro.

Ex-presidente da companhia com acusações de ter participado de um esquema para pagar milhões de dólares em subornos para garantir contratos governamentais(Imagem: Dado Galdieri/Bloomberg)

O executivo foi preso pela manhã no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, e sua defesa apresentou um recurso de inocência ao tribunal à tarde, segundo John Marzulli, porta-voz do gabinete do procurador dos EUA, Richard Donoghue.

Uma audiência sobre se o Grubisich poderá ser liberado sob fiança deve ser marcada mais adiante. O advogado do executivo, Daniel Stein, do escritório Mayer Brown, não pôde ser encontrado imediatamente para comentar.

Petrobras

A Petrobras assinou com a Copagaz e a Nacional Gás Butano contrato para a venda de 100% de sua distribuidora de gás liquefeito de petróleo Liquigás, por 3,7 bilhões de reais, informou a petroleira em fato relevante ao mercado nesta terça-feira.

Não foram informados quais os percentuais que cada empresa deterá na Liquigás.

Como parte da estruturação da operação, a Itaúsa reiterou em separado que irá investir aproximadamente 1,4 bilhão de reais na Copagaz, passando a deter 49% do capital social dessa companhia.

Como parte da estruturação da operação, a Itaúsa reiterou em separado que irá investir aproximadamente 1,4 bilhão de reais na Copagaz

“A Copagaz, que permanecerá sob controle acionário dos atuais acionistas, aplicará ao negócio combinado suas reconhecidas práticas de gestão e experiência de mais de 60 anos no mercado”, disse a Itaúsa, holding controladora do Itaú Unibanco.

Já a Nacional Gás, segundo a Itaúsa, adquirirá fatia minoritária na Liquigás e passará, após fechamento da operação e posterior implementação de reorganização societária, a ser detentora de operações em determinadas localidades.

Águas Profundas

A Petrobras calcula que seus ativos em águas profundas e ultraprofundas representem 88% do total de polos de exploração e produção (E&P) no próximo ano, contra 55% atualmente, uma mudança que ocorrerá enquanto a empresa busca desinvestir em unidades não essenciais e reduzir custos.

Os polos são conjuntos de ativos agrupados pela petroleira estatal, com o objetivo de otimizar as operações da empresa, que realiza um programa bilionário de desinvestimentos com foco em adequar o portfólio para projetos de maior retorno financeiro, essencialmente o pré-sal, nas bacias de Campos e Santos.

“A Petrobras está selecionando aqueles projetos onde tem mais capacidade de recuperar o valor investido, perseguindo custo baixo…”, disse nesta terça-feira o diretor-executivo de Relacionamento Institucional da petroleira estatal, Roberto Ardenghy.

Nesse cenário, os polos de exploração e produção em águas rasas devem representar no próximo ano apenas 2% do total, nos planos da Petrobras, contra 8% atualmente. Já os polos em terra devem atingir 10%, ante 37% na mesma comparação.

PagSeguro

A empresa de meios de pagamento PagSeguro divulgou nesta terça-feira alta de 48% no lucro líquido do terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, para 342,6 milhões de reais, com salto no número de clientes e no número de transações.

A companhia encerrou setembro com 5 milhões de clientes ativos, um crescimento de 1,2 milhão nos últimos 12 meses.

O volume total de pagamentos alcançou 29,4 bilhões de reais, uma expansão de 45% sobre o terceiro trimestre de 2018.

A receita líquida de transações e outros serviços somou 1,4 bilhão de reais, 43,7% acima do obtido entre julho e setembro de 2018.

5G

O superintendente de Planejamento e Regulamentação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Nilo Pasquale, afirmou nesta terça-feira que a autarquia deverá publicar o edital do leilão de frequências para telefonia móvel 5G no primeiro trimestre do próximo ano.

Pasquale participou mais cedo de audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados, informou a Agência Câmara.

No final de outubro, o secretário executivo do Ministério das Comunicações, Julio Semeghini, informou que o leilão irá acontecer em 2020, mas evitou comentar sobre prazos. Anteriormente, a Anatel esperava realizar o certame em março.

Na audiência desta terça-feira, o representante do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Otto Solino, afirmou que o governo vai encaminhar ao Congresso projeto de lei para permitir que os recursos do Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust) possam ser utilizados antes da aprovação pelos parlamentares da PEC dos Fundos Públicos (PEC 187/19), que vai extinguir vários deles, inclusive o Fust, afirmou a Agência Câmara.

AGENDA DE AUTORIDADES

Jair Bolsonaro

A quinta-feira do presidente da República começa com uma reunião com os ministros Onyx Lorenzoni, Casa Civil; Ernesto Araújo, Relações Exteriores; e Ricardo Salles, Meio Ambiente. Em seguida, participa da abertura do Seminário Internacional “Novos Anseios da Política Externa Brasileira: Renovar para Avançar”, se reunindo logo depois com o ministro Sérgio Moro, Justiça e Segurança Pública.

Na parte da tarde, recebe o presidente da Energia, Ricardo Perez Botelho, se reunido em seguida com os ministros Onyx Lorenzoni, Casa Civil; Paulo Guedes, Economia; Tarcísio Gomes de Freitas, Infraestrutura; Jorge Antonio de Oliveira Francisco, Secretaria-Geral da Presidência da República; e Luiz Eduardo Ramos, Secretaria de Governo.

Bolsonaro ainda tem reunião com Salim Mattar, Secretário Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, antes de se reunir com Fernando Azevedo, Ministro da Defesa; Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, Comandante da Marinha; General de Exército Edson Leal Pujol, Comandante do Exército Brasileiro; e Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, Comandante da Aeronáutica.

Paulo Guedes

– Audiência com o procurador-geral da República, Augusto Aras.

Leia mais sobre: Ibovespa, Investing.com, Mercados

Última atualização por Lucas Simões - 21/11/2019 - 9:52