Cotações por TradingView

Ibovespa futuro aponta para dia de alívio nesta quarta-feira

Investing.com Brasil - 13/03/2019 - 9:28

Por Investing.com

Após fechar a terça-feira em queda, o índice futuro do Ibovespa aproveita o cenário externo mais benigno e começa a sessão com ganhos de 0,32% aos 98.790 pontos. O mercado segue atento às negociações para aprovação da reforma da Previdência e também à temporada de balanços, além de indicadores econômicos locais.

Este especialista listou os motivos pelos quais ele elegeu as 3 melhores empresas para investir neste ano…[leia mais]

Continua depois da publicidade

Indicada como prioridade do governo para esta semana, a composição da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara seguia a passos lentos no início da noite desta terça-feira. A instalação é necessária para que comece a ser discutida a proposta de reforma da Previdência.

Por volta das 20h, apenas seis partidos haviam indicado nomes para o colegiado que fará a primeira análise da reforma da Previdência: PSDB, PPS, PV, Solidariedade, Avante e Novo. A previsão é que a CCJ seja instalada às 19h da quarta-feira. Anteriormente, a reunião da comissão estava convocada para 10h.

Em janeiro de 2019, a produção industrial nacional caiu 0,8% frente a dezembro de 2018 (série com ajuste sazonal),eliminando, assim, a variação positiva de 0,2% observada no mês anterior. Em relação a janeiro de 2018 (série sem ajuste sazonal), a indústria caiu 2,6%, após recuar também em novembro (-1,0%) e dezembro de 2018 (-3,6%).

O acumulado nos últimos 12 meses ficou em 0,5%, mantendo a perda de ritmo iniciada em julho de 2018 (3,4%)

O apetite por risco azedou depois que parlamentares britânicos rejeitaram o acordo do Brexit da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, forçando o Parlamento a decidir dentro de dias se deseja apoiar uma saída sem acordo ou buscar um adiamento de última hora da separação da União Europeia.

Os EUA e a China podem estar nas semanas finais das discussões para forjar um acordo em relação às disputas tarifárias, disse na terça-feira o representante do Comércio dos EUA, Robert Lighthizer.

A produção industrial da zona do euro foi mais forte do que o esperado em janeiro, graças principalmente a uma forte contribuição de energia e apesar da queda na produção alemã. A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que a produção nos 19 países que usam o euro subiu 1,4 por cento em janeiro sobre o mês anterior, e caiu 1,1 por cento na base anual.

Economistas consultados pela Reuters esperavam alta mensal de 1,0 por cento e recuo de 2,1 por cento na comparação anual.

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,99 por cento, a 21.290 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,39 por cento, a 28.807 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,09 por cento, a 3.026 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,83 por cento, a 3.724 pontos.

A quarta-feira se mostra positiva para grande parte das praças europeias. Em Frankfurt, o DAX tem alta de 0,04% aos 11.526 pontos, enquanto em Londres o FTSE soma 0,11% aos 7.159 pontos. Já em Paris, o CAC soma 0,32% aos 5.291 pontos.

Commodities

A sessão desta quarta-feira na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China, foi marcada pela desvalorização dos contratos futuros do minério de ferro. Os ativos com maior volume de negócio, com data de vencimento no mês de maio deste ano, tiveram perdas de 0,41% a 603,50 iuanes por tonelada, o que representa variação diária de 2,50 iuanes por tonelada.

Por outro lado, na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai, onde são transacionados os papéis do vergalhão de aço, a sessão foi marcada por ganhos nos principais vencimentos. O contrato com data de entrega também em maio teve alta de 9 iuanes para um total de 3.790 iuanes por tonelada. Já o com vencimento em outubro, soma 11 iuanes para 3.520 iuanes por tonelada.

O dia é mais uma vez de ganhos para os preços dos contratos do petróleo. Em Nova York, o barril do tipo WTI tem ganhos de 1,07%, ou US$ 0,61, a US$ 57,48. Já em Londres, o Brent avança 0,79%, ou US$ 0,53, a US$ 67,20.

Mercado Corporativo

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apresentou nesta terça-feira proposta de novo valor para um índice utilizado nos cálculos para revisão tarifária de concessões antigas de geração e transmissão de energia, a chamada taxa regulatória de remuneração do capital (WACC, na sigla em inglês).

Pela proposta, que foi colocada em processo de audiência pública, a taxa regulatória de remuneração do capital real depois de impostos para os setores de geração e transmissão ficaria 7,32 por cento em 2018 e 7,11 por cento em 2019.

Atualmente, a Aneel considera uma taxa de remuneração real após impostos de 6,64 por cento para empresas de transmissão e de 7,16 por cento para investidores em geração.

O crescimento da produção de petróleo dos Estados Unidos deve ser mais lento do que previamente esperado em 2019, com média de cerca de 12,3 milhões de barris por dia (bpd), disse nesta terça-feira a Administração de Informação de Energia (AIE).

É esperado que a produção avance 1,35 milhão de bpd ante o último ano, mas que cresça mais lentamente do que a previsão anterior da agência, de alta de 1,45 milhão de bpd.

A AIE prevê que a produção em 2020 crescerá em 730 mil bpd, para 13,03 milhões de bpd, um avanço menor do que o de 790 mil bpd estimado previamente.

O ano será de “cautela” para os produtores de soja do país, dada a possibilidade de acordo comercial entre Estados Unidos e China, embora por ora nenhuma solução tenha sido encontrada para a disputa entre as duas maiores economias do mundo, disse nesta terça-feira a ministra da Agricultura do Brasil, Tereza Cristina.

“Acho que os produtores de soja continuarão plantando soja, mas eu acho que todo mundo tem de olhar… Temos de ter inteligência estratégica na produção. Precisamos de mercados abertos para produzir mais. Será um ano de cautela”, afirmou ela a jornalistas no intervalo de evento sobre alimentos e bebidas, em São Paulo.

A afirmação foi feita após ela ter sido questionada sobre o impacto de um eventual acordo entre China e EUA, considerando ainda preços mais baixos da soja pelos grandes estoques norte-americanos.

A Força-Tarefa da operação Lava Jato formada pelo Ministério Público Federal no Paraná anunciou nesta terça-feira a suspensão de todos os procedimentos para a criação de um fundo que previa a destinação de 2,5 bilhões de reais, pagos em multas pela Petrobras (SA:PETR4), após críticas públicas e uma ação popular movida na véspera pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) para anular o acordo.

Em nota, o MPF-PR informou que vem mantendo tratativas com a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Petrobras e decidiu propor à Justiça, que anteriormente havia homologado o acordo, a suspensão dos procedimentos para constituição do fundo. A Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União vão ser consultados sobre o acordo.

Até uma definição, os valores que seriam pagos pela Petrobras em um acordo fechado nos Estados Unidos vão ficar depositados em conta judicial da 13ª Vara Federal de Curitiba, com rendimento pela taxa básica de juros, a Selic. Caberá a Justiça confirmar se aceita a suspensão da criação do fundo.

As três companhias aéreas norte-americanas que usam o 737 MAX da Boeing se mantiveram firmes em defesa da aeronave nesta terça-feira, ainda que alguns clientes, sindicatos e políticos tenham questionado sua segurança após um número crescente de países banir o avião depois de um acidente fatal na Etiópia.

A Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos é uma das poucas grandes reguladoras que não suspenderam voos do 737 MAX após o Reino Unido e a União Europeia se unirem a uma onda de outras suspensões nesta terça-feira, após dois desastres envolvendo o mesmo modelo num intervalo de meses.

Southwest Airlines, American Airlines Group e United Airlines disseram que ainda têm confiança em suas frotas. A Southwest e a American ambas disseram que dados de sua frota mostram que o avião é seguro.

A liquidação financeira das operações do mercado de curto prazo de eletricidade referente a janeiro movimentou 1,43 bilhão de reais, de 9 bilhões de reais contabilizados em transações dos agentes do setor, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta terça-feira.

O processamento, que promove pagamentos e recebimentos entre as empresas do mercado, deixou 7,58 bilhões de reais em aberto, sendo que desse valor 6,97 bilhões devem-se a liminares que isentam alguns agentes de custos com o chamado risco hidrológico na operação de usinas hidrelétricas, disse a CCEE.

Agenda de Autoridades

O presidente Jair Bolsonaro participa na manhã desta quarta-feira de um café da manhã com jornalistas. Em seguida, se reúne com Luiz Carlos Hauly (PSDB/PR), Ex-Deputado Federal e Marcos Cintra, Secretário da Receita Federal.

Ainda pela manhã, o presidente tem reunião com Paulo Guedes, Ministro de Estado da Economia; Ana Botín, Presidente Mundial do Santander; Sérgio Rial, Presidente do Santander Brasil (SA:SANB11), e Patricia Audi, Vice-Presidente de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander Brasil. E, sem seguida, com Gutemberg de Paula Fonseca, Secretário de Governo e Relações Institucionais do Estado do Rio de Janeiro.

Bolsonaro ainda recebe Fernando Azevedo, Ministro de Estado da Defesa, além de encontros com Ernesto Araújo, Ministro de Estado das Relações Exteriores; Deputado Luiz Nishimori (PR/PR), e Ministra Cecília Ishitani, Diretora do Departamento de Japão e Pacífico do Ministério das Relações Exteriores; Deputado Paulo Eduardo Martins (PSC/PR) e Ratinho, Apresentador do SBT; Deputado João Campos (PRB/GO); Deputado Ricardo Izar (PP/SP) e Deputado Fausto Pinato (PP/SP); Joaquim Levy, Presidente do BNDES; Romero Rodrigues, Prefeito do Município de Campina Grande/PB; e Deputado José Medeiros (PODEMOS/MT), Vice-líder do Governo.

O dia do ministro da Economia, Paulo Gudes também é cheio, com a Cerimônia de Posse do Presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Carlos von Doellinger; audiência com Ana Botín, Presidente Mundial do Santander; com Camilo Santana, Governador do Ceará; almoço com Rodrigo Maia e Líderes na Câmara; audiência com Marisol Argueta, Head of Latin America.World Economic Forum LLC; Cerimônia de transmissão de cargo do Presidente do Banco Central do Brasil, Roberto de Oliveira Campos Neto; Audiência com Alejandro Werner, Diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI; Audiência com lideranças do Movimento vem pra Rua/Nas Ruas e Brasil acima de tudo; Audiência com Ricardo Gontijo, Presidente da Direcional Engenharia (SA:DIRR3); Reunião com Rui Costa, Governador da Bahia, e com senadores.

Leia mais sobre: Mercados
Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você