Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Hack da Binance: Dessa vez é diferente?

Investing.com Brasil - 09/05/2019 - 9:51
Bitcoin Criptomoedas Blockchain
Se a questão tivesse terminado aí, seria um desfecho que considero até positivo para o problema relativamente grave que é um hack num player da magnitude da Binance (Imagem: Pixabay)

Por Jamil Civitarese/Investing.com

O hack da Binance foi, para muitos, uma triste surpresa. Hacks ou golpes em exchanges não são novidade no mundo dos criptoativos. No passado, uma das primeiras desinfladas de bolha a ser noticiada pela mídia tradicional foi a quebra do Mt. Gox. Esse evento foi uma queda extremamente significativa causada apenas por poucos players.

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

Continua depois da publicidade

A falha na Mt. Gox foi associada a manipulações de mercado, com possivelmente apenas um agente manipulando o mercado de 150 a 1000 dólares em dois meses. Após esses eventos, um longo bear market se instaurou e nada foi feito com as perdas.

Exclusivo: O segredo para ganhar com Petrobras em qualquer cenário

Desta vez, o estrago foi bem menor. A Binance rapidamente prometeu cobrir os fundos e as perdas se restringiram a hot wallets. O grosso dos Bitcoins da exchange estavam supostamente mantidos em cold wallets.

O mais importante é que, com essa resposta, a Binance poderia ter mostrado que, ao passo que é verdadeira a afirmação que há dois tipos de exchange – as que foram hackeadas e as que serão –, nem todas exchanges são hackeadas da mesma forma.

Sofrer perdas é sempre um problema, mas soluções institucionais para não propagar a perda aos investidores não deixam de ser uma solução inicial adequada.

Se a questão tivesse terminado aí, seria um desfecho que considero até positivo para o problema relativamente grave que é um hack num player da magnitude da Binance. Contudo, houve a proposta de uma espécie de reorganização de blocos do Bitcoin para desincentivar hacks.

Contudo, houve a proposta de uma espécie de reorganização de blocos do Bitcoin para desincentivar hacks

A execução dessa proposta extremamente experimental e arriscada para a rede do Bitcoin, como posteriormente o próprio CEO da Binance admitiu. Por hora não será, felizmente, executada.

Ainda não avaliei a proposta em profundidade para julgá-la correta e há pouco consenso entre os participantes sobre sua desejabilidade. Vitalik Buterin da Ethereum, que em seu passado já reverteu hacks como no evento do TheDAO, se mostrou contrário dessa vez.

Ele entendeu a proposta como arriscada e podendo reverter transações convencionais, não apenas o roubo. Contudo, Guy Corem da privacy coin Beam discorda dessa afirmação e acredita que, sob não-anonimato, é válido discutir a proposta para o futuro posto que pode ser possível selecionar quais as transações serão revertidas. A questão ainda está em aberto e a busca por alternativas é um sinal positivo.

Última atualização por Gustavo Kahil - 09/05/2019 - 10:13