Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Greve dos caminhoneiros já afeta produção da Randon; ações em queda

Investing.com Brasil - 25/05/2018 - 12:36

Por Investing.com – A Randon (RAPT4) é mais uma companhia a comunicar que sua produção será afetada por conta da greve dos caminhoneiros. Em nota divulgada, a fabricante destacou que está com dificuldade no transporte e recebimento de insumos, com algumas plantas precisando reduzir e até mesmo suspender a produção. Com isso, as ações da Randon perdem 0,27% a R$ 7,49.

Segundo a companhia, a entrega de implementos rodoviários e autopeças também está sendo afetada pelo bloqueio das rodovias. Apesar disso, não há detalhes quanto a magnitude de tais impactos. O que faz com que o impacto, assim como de outras empresas listadas na bolsa e também afetadas pela greve, seja marginalmente negativo.

A Suzano Papel e Celulose (SUZB3) afirmou nesta quinta-feira que sua produção e escoamento de produtos estão sendo impactados pela paralisação dos caminhoneiros, informou a companhia sem dar detalhes. A companhia comentou ainda que “está tomando todas as medidas necessárias para minimizar os impactos desse cenário”.

A paralisação dos caminhoneiros afeta também o mercado automobilístico. A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) informou que, a partir de hoje, todas as linhas de produção instaladas no Brasil estão paradas.

A indústria automobilística gera de impostos mais de R$ 250 milhões por dia e, por isso, a paralisação terá forte impacto na arrecadação do país. “A greve dos caminhoneiros afetará significativamente nossos resultados, tanto para as vendas quanto para a fabricação e exportação”, diz a Anfavea em nota divulgada à imprensa.

Leia mais sobre: Mercados, Randon, Suzano