Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Governo de Xi Jinping incentiva uso de blockchain para diversas aplicações

Bloomberg - 07/11/2019 - 12:39
Seria uma blockchain com características chinesas. Muitas das aplicações têm poucos motivos para serem descentralizadas (Imagem: Time)

Rastrear suínos, ações da fabricante de bebidas Kweichow Moutai e prometer lealdade ao Partido Comunista. Estes são apenas alguns dos projetos de blockchain que recebem impulso em meio a um frenesi estimulado por comentários do presidente da China Xi Jinping.

Empresas e membros do governo adotam a tecnologia de suporte do Bitcoin depois de Xi ter pedido um desenvolvimento mais rápido da blockchain antes de uma importante reunião de autoridades chinesas de alto escalão ocorrida recentemente.

Seria uma blockchain com características chinesas. Muitas das aplicações têm poucos motivos para serem descentralizadas – um mérito fundamental, se não um requisito, para que uma blockchain seja à prova de violações.

Uma série de truques poderia ser apenas uma primeira rápida resposta ao apelo de Xi de não ficar atrás dos Estados Unidos, já que Pequim aposta na tecnologia – mas de uma maneira muito distante da visão de seu criador Satoshi Nakamoto.

“Não posso vê-los fazendo muita descentralização neste momento, sem empresas de blockchain estarem sob os olhos atentos do governo”, disse Martin Chorzempa, pesquisador do Instituto Peterson de Economia Internacional.

“Se temos blockchain com essas características chinesas, evitamos o ethos central da criptomoeda e blockchain, e a tecnologia que a sustenta.”

Uma startup em Chengdu que pretende usar blockchain para criar suínos e fornecer carne de porco rastreada causou agito nas redes sociais chinesas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

As ações da MYS, de Shenzhen, conhecida por sua rápida aposta na carne artificial e cannabis industrial, deram um salto de 22% quando a empresa anunciou uma incursão em blockchain.

Uma publicação operada pelo People’s Daily pediu aos membros do Partido Comunista para estampar declarações de lealdade à organização em uma blockchain, para que “nunca possam ser adulteradas”.

Também houve uma explosão de atividades no mercado acionário, com mais de 70 ações de empresas de tecnologia tendo subido até os limites diários em Xangai e Shenzhen. Reguladores entraram em cena para pedir que empresas como a MYS explicassem seu envolvimento na tecnologia.

“Eu seria muito cuidadoso se fosse uma empresa estrangeira de blockchain com intenção de entrar na China”, disse Chorzempa. A linha entre “blockchain encorajada” e “Bitcoin desencorajado” está em constante movimento, disse, e navegá-la requer um conhecimento profundo da China.

Última atualização por Lucas Simões - 07/11/2019 - 12:39