Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Gol dispara 28% desde recuperação judicial da Avianca

Investing.com Brasil - 14/12/2018 - 19:49

Por Investing.com – As ações da Gol (GOLL4) encerraram a sessão desta sexta-feira (14) em forte alta de 7,5%,a R$ 23,65. Desde e a notícia do pedido de recuperação judicial da Avianca Brasil, na terça-feira, os papéis acumulam ganhos de 28%.

Na terça-feira, a Avianca, quarta maior companhia aérea do país, pediu recuperação judicial, afirmando que suas operações têm sido ameaçadas por uma potencial retomada de aeronaves por credores, segundo pedido encaminhado pela empresa na segunda-feira. A companhia aérea, controlada pela holding Synergy, afirmou que a potencial retomada de aviões ameaça a viagens de cerca de 77 mil passageiros em dezembro.

Na quarta-feira, o Itaú BBA, divulgou relatório avaliando que o pedido de recuperação deve trazer um impacto positivo para as ações das companhias do setor. Para os analistas, a Gol e a Latam devem ser mais beneficiadas, uma vez que têm uma considerável sobreposição de rotas com a empresa.

Continua depois da publicidade

No mesmo dia, o juiz que avalia o pedido de recuperação judicial da Avianca Brasil decidiu suspender processos de retomada de pelo menos 14 aviões da companhia, ou 30 por cento da frota da empresa, segundo dados da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Ontem, o investidor German Efromovich, cuja holding controla a Avianca Brasil, afirmou à Reuters que está negociando com fundos a injeção de capital na companhia aérea que pediu recuperação judicial nesta semana.

O empresário afirmou ainda que a medida provisória assinada pelo presidente Michel Temer mais cedo e que elimina limites ao controle de empresas aéreas no país por estrangeiros “é boa notícia”.

Hoje, Azul (AZUL4) afirmou que não tem neste momento nenhum plano para uma oferta de aquisição da Avianca Brasil e que vai aguardar o curso natural da recuperação judicial da rival, disse o presidente-executivo da terceira maior companhia aérea do país, John Rodgerson.

Mais cedo, o jornal Valor Econômico publicou que a Azul estuda fazer oferta pela Avianca Brasil e que a compra seria feita com recursos em caixa, citando o fundador e presidente do conselho da companhia, David Neeleman.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você