Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Genial Investimentos divulga recomendações para fevereiro

Diana Cheng - 05/02/2019 - 18:11

As recomendações da Genial Investimentos para fevereiro têm como base o bom andamento do Ibovespa, que atingiu mais uma vez no fim de janeiro 98 mil pontos, valorizando-se 0,41%.

Acompanhe as carteiras recomendadas de fevereiro

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Ibovespa 10+

Em janeiro, a carteira apresentou valorização de 7,46%, abaixo dos 10,82% do Ibovespa. A corretora optou por trocar as ações da Energias BR (ENBR3), Bradesco (BBDC4) e Copasa (CSMG3) pelos papéis da Cosan (CSAN3), Banco do Brasil (BBAS3) e SulAmérica (SULA11).

Small Caps 8+

A carteira Small Caps 8+ superou o índice Small e garantiu retorno de 13,15% sobre 9,41% no mês passado. Para fevereiro, a Genial optou por retirar Tupy (TUPY3) e Unipar Carbocloro (UNIP6) e colocar Tenda (TEND3) e Copasa.

Micro Caps 5+

A Micro Caps 5+ fechou janeiro com 10,65% de valorização, superior ao índice Small. Desta vez, saem as ações da Portobello S.A (PTBL3) e Grazziotin (CGRA4) e entram Triunfo (TPIS3) e Wiz Seguros (WIZS3).

Dividendos 5+

A carteira apresentou uma rentabilidade de 13,63% frente aos 12,48% do índice Dividendos (IDIV) em janeiro. Para este mês, a Genial decidiu trocar AES Tietê (TIET11) e Estácio (ESTC3) por Copasa e Tupy.

Ibovespa 5+

No mês passado, a carteira teve 6,35% de valorização, bem abaixo da valorização do Ibovespa. Pensando nisso, a corretora decidiu tirar os ativos da Tupy, Cemig (CMIG4) e M. Dias Branco (MDIA3) e colocar as ações da Sabesp (SBSP3), Ser Educacional (SEER3) e Cosan.

Carteira ETF

Seguindo a estratégia, as recomendações da corretora para fevereiro recaem sobre Ishares SMAL (SMAL11) – escolhida para ser a top pick do mês -, It Now ISE (ISUS11), It Now DIVO (DIVO11), Ishares ECOO (ECOO11) e It Now IFNC (FIND11), com alocação de 20% para cada ativo.

Em janeiro, a carteira ETF registrou 11,65% de valorização, uma leve alta em comparação com o Ibovespa.