Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

General Shopping dispara 24% com compra de participação no Parque Shopping Barueri

Investing.com Brasil - 17/07/2019 - 12:35
Ações dispararam após anúncio de aquisição (Pixabay)

Por Investing.com

Por volta do meio-dia desta quarta-feira na bolsa paulista as ações da General Shopping (GHSP3) são negociadas com forte valorização de 23,86% a R$ 1,09. A companhia informou mais cedo, por meio de fato relevante, a aquisição de 38,7% do Parque Shopping Barueri, por R$ 125 milhões.

A operação foi realizada por meio da subsidiária Send Empreendimentos e Participações, que comprou a fatia do empreendimento da VBI GSBR Empreendimentos e Participações, que em 2010 havia adquirido 48% do projeto, que envolve também torres de escritórios, por um total de R$ 68,7 milhões.

O Parque Shopping Barueri já faz parte do portfólio da General Shopping, sendo que sua inauguração se deu em 2011.

Recentemente, a companhia concluiu a venda de 11 de 16 empreendimentos da empresa para o Top Center Fundo de Investimento Imobiliário, cujo único controlador indireto é ela própria. Com isso, a agência de classificação de risco Fitch rebaixou o rating da General Shopping para CCC-.

Em fevereiro, a companhia vendeu sua participação no Internacional Shopping de Guarulhos por R$ 125,5 milhões, deixando de deter qualquer participação no empreendimento, já que os 9,8% que detinha foram vendidos para o Internacional Shopping Fundo de Investimento, por meio de sua controladora Levian Participações e Empreendimentos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

No final de 2017, a companhia havia acertado a venda de 70% do mesmo shopping para a subsidiária brasileira do grupo israelense de investimentos imobiliários Gazit Globe por R$ 937 milhões.

Na época, a Gazit Globe informou que a transação seria concluída no fim do primeiro trimestre de 2018 e que o valor a seria pago em dinheiro e financiado por ganhos com vendas de ativos, fluxo de caixa livre retido e outras fontes de capital da empresa.

O compromisso foi assinado entre a Levian com o Cascais Fundo de Investimento Imobiliário, que pertence à Gazit.

Última atualização por Bruno Andrade - 17/07/2019 - 12:37