Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Gabriel Casonato: Fed não é desculpa para não investir em ações

Opinião - 13/04/2019 - 19:05

Por Gabriel Casonato, Editor da Agora Brasil 

Vão crescendo as apostas de que novos aumentos de juros nos EUA ficarão mesmo para o ano que vem. Em ata divulgada na última quarta-feira (10), a maioria dos integrantes do Fed não previu mudanças na taxa em 2019.

O documento reforçou o tom mais dovish que já vinha sendo observado nas reuniões anteriores. O mercado, obviamente, gostou. Com o “agravante” de dados de inflação abaixo do esperado, os investidores reagiram bem e garantiram um bom desempenho às ações americanas.

Bom também para o nosso real, na medida em que a abordagem mais amena do Fed acaba sendo um fator de pressão para o dólar. Neste sentido, o governo brasileiro tem a faca e o queijo na mão.

Como declarar investimentos no IR? Baixe agora o nosso guia completo

Caso consiga evoluir de forma rápida e satisfatória a agenda econômica, a tendência é que os estrangeiros mandem cada vez mais dinheiro para cá.

Isso naturalmente fará com que o dólar fique mais barato frente à nossa moeda, beneficiando aqueles que pretendem começar a investir em Wall Street. A essa altura, espero que você já esteja convencido da importância de se ter uma parcela do patrimônio aplicada em moeda forte, fora do Brasil.

E digo isso não apenas do ponto de vista de proteção, mas também de rentabilidade.

Oportunidades para multiplicar o seu dinheiro não faltam, e nossa missão é garimpa-las para você. Odeio ser aquele cara que joga o balde água fria. Mas, se por um lado a postura mais paciente do Fed é uma boa notícia mais imediata para os mercados…

Pelo outro pode ser encarada como uma resposta aos efeitos colaterais da desaceleração econômica global, que agravam os riscos à atividade americana.

>> Invista em Imóveis de Maneira Inteligente e Seja Dono dos Maiores Empreendimentos do Brasil [SAIBA COMO] <<<

Que fique claro que isso não significa ausência de oportunidades – aliás, são nas crises que elas mais aparecem.

Principalmente para quem ainda não efetuou o câmbio, dado que a tendência para os próximos meses é que o dólar se enfraqueça ante o real.

E mesmo que as condições da economia americana se deteriorem de forma significativa, o que não acredito que vá acontecer, existirão maneiras de se ganhar dinheiro por aqui. Por sinal, elas nunca deixarão de existir, especialmente quando falamos de investimento em ações.

Nenhuma outra classe de ativos permite que você adapte a estratégia e a mude de rumo quase que imediatamente, se necessário.

As condições para a empresa da qual você possui ações pioraram? É só abrir o home broker e colocar uma ordem para vender os papéis.

Mas você acredita que é apenas uma turbulência passageira e segue confiante com as ações no longo prazo? Aproveite a queda e compre mais.

E se os EUA estiverem de fato a caminho de uma recessão? Aí você tem que vender tudo e partir para a segurança da renda fixa ou do ouro, certo? Errado!

Neste caso, mantenha uma parcela do patrimônio em ações anticíclicas, priorizando empresas mais defensivas e boas pagadoras de dividendos.

Portanto, assim como o Fed, é possível operar variando a estratégia de acordo com a evolução das condições econômicas. O exercício de paciência é fundamental para quem participa do mercado.

Mas como sempre tenho falado aqui, no momento, ainda permaneço otimista com as ações americanas de um modo geral.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Vitória Fernandes - 12/04/2019 - 17:30