Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Futuros do Ibovespa abrem em leve alta avaliando cenário corporativo

Investing.com Brasil - 17/07/2019 - 9:20
Investidores voltam foco para empresas diante de recesso em Brasília (Imagem: Equipe Money Times)

Por Investing.com 

O índice futuro do Ibovespa iniciou a sessão desta quarta-feira com valorização de 0,24% aos 104.625 pontos, depois de fechar a sessão da véspera com leve queda. Com o início do recesso parlamentar, algumas negociações seguem no campo da reforma da Previdência, mas o mercado segue atento a possíveis medidas de estímulo que podem ser anunciadas, bem como ao cenário externo.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na terça-feira que partidos de oposição e governadores precisam atuar para que Estados e municípios sejam incluídos na reforma da Previdência em uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) paralela que deve ser criada pelo Senado.

Em conversa com jornalistas, Maia disse que, após a votação da PEC da reforma da Previdência em segundo turno na Câmara, prevista para 6 de agosto, o Senado assumirá o protagonismo da matéria e avaliou que o apoio de governadores e partidos de oposição à proposta de inclusão de Estados e municípios deverá começar já no Senado.

Reacendendo as preocupações sobre as negociações comerciais, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na terça-feira que os EUA ainda têm um longo caminho para concluir o acordo comercial com a China, mas pode impor tarifas sobre outros 325 bilhões de dólares em produtos chineses se for necessário.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Os preços ao consumidor na zona do euro subiram em junho um pouco mais do que previsto inicialmente, mostraram dados nesta quarta-feira, mas a inflação ainda está abaixo da melhora que as autoridades buscam.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que os preços nos 19 países da zona do euro subiram 1,3% em junho sobre o ano anterior, contra preliminar de 1,2%. Em maio a inflação foi de 1,2%, menor nível desde abril de 2018.

Bolsas Internacionais

Em Tóquio, o índice Nikkei recua 0,31%. Em Hong Kong, o índice HANG SENG cai.0,09%. Em Xangai, o índice SSEC perde 0,20%. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzen, em baixa de  0,06%.

A quarta-feira mostra-se ser um dia negativo para os principais mercados de ações da Europa. Em Frankfurt, o DAX  perde 0,19% aos 12.404 pontos, enquanto que em Londres o FTSE recua 0,26% aos 7.557 pontos. Já em Paris, o CAC cede 0,18% aos 5.604 pontos.

Commodities

Após seguidas sessões de altas, e de ter batido recorde histórico durante a sessão de ontem, os contratos futuros do minério de ferro encerram a quarta-feira com queda na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. O ativo de maior liquidez, com data de vencimento para setembro deste ano, a desvalorização foi de 1,15% a 899,50 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 10,50 iuanes.

A jornada foi mais uma vez positiva para os papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato de maior liquidez, com entrega para outubro deste ano, teve ganhos de 27 iuanes por tonelada a 4.112 iuanes por tonelada. Já o papel de janeiro de 2020, segundo mais negociado, ganhou 15 iuanes para 3.801 iuanes por tonelada.

Em relação aos contratos futuros do petróleo, o dia é de ganhos nas principais praças. Em Nova York, o barril do tipo WTI soma 0,94%, ou US$ 0,54, a US$ 58,16. Já em Londres, o Brent avança 1,23%.

Mercado Corporativo

O presidente da Petrobras (PETR4) e o presidente do Uruguai chegaram às bases de acordo para encerrar concessões da Conecta e da Distribuidora de Gas de Montevideo no país vizinho até setembro, afirmou a petroleira estatal nesta terça-feira.

Segundo a empresa, ambas as partes adotarão as providências necessárias para por fim aos litígios pendentes, sem pleitos adicionais de qualquer espécie. A empresa destacou ainda que o Uruguai assumirá as operações de ambas as concessões por meio de instrumentos legais cabíveis, dando continuidade aos serviços.

“Para instrumentalizar o acordo, será formado um grupo de trabalho com representantes das partes envolvidas, em articulação com os presidentes”, disse a Petrobras em nota.

Minério de Ferro

A mineradora BHP informou nesta terça-feira que deverá provisionar 260 milhões de dólares devido à necessidade de acelerar o descomissionamento de barragens de rejeitos da Samarco, joint venture que compõe com a Vale (VALE3), após mudanças legislativas brasileiras.

As novas exigências no Brasil ocorreram após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho, em janeiro deste ano. A barragem da Vale foi construída com tecnologia de alteamento a montante, a mesma utilizada na barragem da Samarco que entrou em colapso em 2015.

Com o rompimento em Brumadinho, a Agência Nacional de Mineração (ANM) proibiu a utilização do método de construção a montante em barragens de rejeitos de mineração, estipulando prazos para o descomissionamento dessas estruturas nos próximos anos.

Etanol

Brasil e Índia devem assinar um memorando de entendimento a respeito de produção e comércio de etanol quando os líderes dos dois países se reunirem em Brasília no final deste ano, disse nesta terça-feira a União dos Produtores de Bioenergia (Udop).

De acordo com a Udop, a sugestão sobre uma parceria em etanol partiu do governo indiano, que possui uma meta de ampliar gradualmente a mistura de etanol em sua gasolina para até 20%.

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, que foi reeleito em maio, fará uma visita oficial ao presidente Jair Bolsonaro em novembro.

Frigoríficos

O Brasil deve receber ainda neste ano a autorização para que mais 25 frigoríficos exportem carne bovina à China, na esteira da necessidade do país asiático de adquirir proteínas enquanto enfrenta um surto de peste suína africana, afirmou a consultoria INTL FCStone em evento nesta terça-feira.

Com a peste suína tendo dizimado grande parte de sua criação de porcos, a China terá de buscar no Brasil um volume ainda maior de carnes, mas para isso precisa liberar as vendas por mais frigoríficos brasileiros, hoje limitadas a 15 unidades de bovinos, segundo o consultor de gerenciamento de riscos da FCStone Caio Toledo.

“Com os Estados Unidos restritos, sobram apenas Brasil e Austrália”, disse ele em apresentação, mencionando a guerra comercial do país líder em importações do produto brasileiro com os EUA.

Agenda de Autoridades

O presidente Jair Bolsonaro viaja nesta quarta-feira para Santa Fé, na Argentina, onde participa de um encontro com os chefes de Estado do Mercosul, voltando no final do dia para Brasília.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, que já, Argentina participa de um café da manhã com os ministros da economia e presidentes dos bancos centrais dos países do bloco, acompanhando Bolsonaro no restante do dia.

Com a contribuição de Reuters.

Leia mais sobre: Ações, Ibovespa, Mercados

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 17/07/2019 - 9:20